Em destaque

25 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,0449 patacas e 1,1156 dólares norte-americanos.

 

Grande Prémio com WTCC e sem homenagem a Barry Bland
Quinta, 20/07/2017

O Campeonato do Mundo de Carros de Turismo (WTCC na sigla inglesa) está de volta ao Grande Prémio de Macau. Depois das ausências em 2015 e 2016, a competição integra o programa de corridas deste ano.

 

A confirmação foi feita pelo presidente do Instituto de Desporto. No entanto, Pun Weng Kun continua sem explicar por que razão, até agora, a prova só estava dada como certa pelo WTCC.

 

“Várias corridas também querem participar neste evento. Enquanto comissão organizadora, temos de ponderar quais as provas que trazem mais vantagens para este evento. Nos últimos tempos, mantivemos contacto com o WTCC. Durante a negociação, obtivemos um consenso e é assim que o WTCC volta novamente ao Grande Prémio de Macau”, afirmou apenas o responsável.

 

Contando com a etapa dupla do WTCC, seis corridas estão no cartaz deste ano. Ou seja, menos uma do que em 2016 devido à fusão do troféu Macau Road Sport Challenge com a Taça de Carros de Turismo de Macau.

 

Entre as principais provas continuam a estar a Taça do Mundo de Fórmula 3 e a Taça do Mundo de GT, que tal como o WTCC têm a chancela da FIA. O Grande Prémio de Motos é outro prato forte. No início do ano, a organização de Macau esteve na mítica prova de TT da Ilha de Man para convidar pilotos das duas rodas. O programa fica completo com a Taça da Corrida Chinesa.

 

Ainda sobre a edição 64 do Grande Prémio de Macau, o presidente do Instituto do Desporto indicou que, para já, não está prevista qualquer homenagem a Barry Bland. O inglês, que foi um dos principais nomes da organização da prova de Fórmula 3 durante cerca de 30 anos, morreu no início deste mês.

 

“Ainda não temos nenhum evento destinado à homenagem ao senhor Barry Bland”, disse Pun Weng Kun.

 

Pedro Galinha