Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Revista de imprensa de Macau e Hong Kong (terça-feira)
Terça, 18/07/2017

A suspensão da Uber está em destaque na imprensa de Macau. Em Hong Kong os quatro deputados suspensos de funções legislativas na sexta-feira estão também na ordem do dia.

 

Imprensa de Macau em língua chinesa

No Ou Mun, destaque para o caso ocorrido ontem no centro comercial ginza, na rua Pedro Nolasco da Silva. Um homem, dono de uma loja de informática, foi esfaqueado. O suspeito seria um cliente. Os dois ter-se-ão envolvido numa discussão. Por ora, não foi feita qualquer detenção.

 

Aumento nos táxis é manchete nos Va Kio. Bandeirada sobe de 17 para 19 patacas já a partir da próxima semana. Depois de percorridos os primeiros 1.600 metros, a tarifa sobe a cada 240 metros, ao invés dos actuais 260.

 

Ou Mun Tin Toi

Destaque na estação em língua chinesa da TDM para uma interpelação ao governo de Kwan Tsui Hang. A deputada questiona as condições em que se encontra o centro de abrigo da ilha verde. Diz Kwan Tsui Hang que faltam condições básicas ao centro para poder acolher quem quer que seja.

 

Imprensa de Macau em língua portuguesa

O Jornal Tribuna de Macau diz que os deputados estão divididos em relação à proposta que proíbe cartazes na Assembleia Legislativa. Leonel Alves, um dos responsáveis pela proposta, diz que a Assembleia tem de “manter a seriedade nas reuniões”. Nota também para a entrevista ao empreendedor Lei Hon Cheong, que diz “Produtos criativos com fusão de culturas são vantajosos”.

 

O Ponto Final também destaca a intenção de proibir os letreiros com mensagens políticas na Assembleia, com vista a garantir solenidade no hemiciclo. Destaque igualmente para a Uber, que suspende operações em Macau.

 

O Hoje Macau tem também a manchete com os letreiros na Assembleia, que motivam uma proposta para serem abolidos. Também as subidas nas tarifas dos táxis, que, escreve o jornal “não agradam a ninguém”.

 

Imprensa de Macau em língua inglesa

O Business Daily abre com as receitas dos casinos. Uma subida de 17,24 por cento na primeira metade do ano, comparativamente com o período homólogo do ano transacto.

 

No Macau Post Daily sabemos que as tarifas dos táxis vão subir, assim como, na actualidade internacional, a Andorra a criminalizar a evasão fiscal.

 

O Macau Daily Times abre com a Uber. Plataforma online de transporte de passageiros suspende actividades em Macau a partir do próximo sábado.

 

Imprensa de Hong Kong em língua inglesa

O South China Morning Post abre com os quatro deputados de Hong Kong suspensos dos trabalhos legislativos. Os mesmos dizem ter pela frente uma batalha legal possivelmente dispendiosa. Também nota para Macau e a suspensão do serviço Uber.

 

O China Daily escreve sobre o crescimento do Produto Interno Bruto no país. Uma reportagem suportada em gráficos onde se verifica o crescimento económico da China.

 

Por último, o Standard, abre com uma reportagem sobre os malefícios de cozinhar com óleos vegetais. Células cancerígenas estão presentes em muitas marcas destes produtos.

 

João Picanço