Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Uber suspende serviços em Macau
Segunda, 17/07/2017

A Uber diz que vai fazer uma pausa nas operações em Macau a partir do próximo dia 22 de Julho, uma vez que a empresa de transportes privados não consegue fazer com que a sua situação no território seja regulamentada.

 

Em comunicado, Trasy Walsh, a gerente geral da Uber para Macau, afirma que, ao fim de “mais de 600 dias” a funcionar na região, a empresa lamenta não ter conseguido “legitimar as operações” no território.

 

Esta é a segunda vez que a Uber suspende a actividade em Macau.

 

Por outro lado, a plataforma que funciona através de uma aplicação de telemóvel diz ter mostrado de “forma clara” que a “partilha de transportes pode beneficiar Macau”, e que, neste capítulo, a Uber “ainda tem espaço para fazer melhorias”.

 

Nesse sentido, a empresa diz que decidiu “suspender temporariamente” as operações às 23:59 do dia 21 de Julho.

 

A Uber espera dessa forma “abrir a porta a um diálogo construtivo” sobre uma forma de operar que não seja à margem do enquadramento legal de Macau.

 

No ano passado, a plataforma Uber ameaçou sair de Macau depois de ter acumulado mais de dez milhões de patacas em multas.

 

Confrontado com tomada de posição da Uber, o director dos Serviços para os Assuntos de Tráfego, Lam Him San, afirmou, aos jornalistas, que a plataforma é “bem-vinda”, mas, tal como os táxis, tem que estar dentro da lei.

 

Hugo Pinto