Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Revista de imprensa de Macau e Hong Kong (sexta-feira)
Sexta, 14/07/2017

A morte de Liu Xiaobo em destaque em alguns jornais da região. Também o nome da nova directora do Jardim de Infância Costa Nunes. Eis os destaques da região.

 

Imprensa de Macau em língua chinesa

Ou Mun e Va Kio partilham a mesma manchete: um homem faleceu esmagado por um elevador que o próprio reparava num edifício situado nos Novos Aterros do Porto Exterior.

 

Ou Mun Tin Toi

A rádio em língua chinesa da TDM fala de uma situação no novo terminal da Taipa. O cais não tem profundidade suficiente para alguns barcos. Um problema que os responsáveis querem resolver o quanto antes.

 

Imprensa de Macau em língua portuguesa

O Jornal Tribuna de Macau há 76 famílias que estão em lista de espera para adoptar. Nos primeiros seis meses do ano, o Instituto de Acção Social registou 10 pedidos de adopção, menos dois que no segundo semestre de 2016. Também Marisa Peixoto, que assume a direcção do Costa Nunes. Também a morte de Liu Xiaobo, Nobel da Paz e voz incómoda para Pequim, vítima de cancro.

 

O Hoje Macau aponta a manchete para as eleições. Desta feita um trabalho sobre os candidatos pela via indirecta. São 15 candidatos para 12 lugares, naquele que é um sufrágio, escreve o jornal, como menos interesse para o eleitorado em geral. Porém, é onde haverá mais alterações.

 

O Ponto Final destaca Camilo Pessanha. Ficamos a saber que o projecto para a transladação dos restos mortais do poeta. O Instituto Cultural foi uma das partes que se opôs ao projecto. Também nota para Marisa Peixoto, a nova directora do Jardim de Infância D. José Costa Nunes. Há também espaço para Liu Xiaobo. O jornal chama-lhe “um mártir da liberdade”.

 

Sexta-feira é dia de semanários. Começamos com O Clarim dá conta dos 36 anos das aparições em Medjugorje, na Bósnia-Herzegovina. Nota também para o projecto Quénia 2017, criado em Macau para ajuda a crianças portadoras de deficiência.

 

O Plataforma tem uma reportagem sobre a dualidade dos Lai Si. As tradicionais prendas de boa sorte podem esconder pagamentos corruptos. Entrevista com o deputado José Pereira Coutinho também em destaque. Diz o também candidato às eleições que “A grande preocupação é as pessoas acomodarem-se”.

 

Imprensa de Macau em língua inglesa

No Business Daily uma reportagem sobre a Grande Baía do Delta. Antecipa-se que a zona seja uma potência económica global.

 

O Macau Daily Times dedica a primeira página à figura de Liu Xiaobo. A morte aos 61 anos do prisioneiro político que foi laureado com o Nobel da Paz.

 

O Macau Post Daily conta o caso do taxista detido por ter tentado extorquir dinheiro a um passageiro que se esqueceu do telefone no carro.

 

Imprensa de Hong Kong em língua inglesa

O China Daily destaca o novo acordo de cooperação entre China e Canadá, assinada ontem em Pequim. Xi Jinping diz que os dois países têm interesses em comum.

 

O South China Morning Post dedica praticamente toda a primeira página a Liu Xiaobo. Tributos e lágrimas para o prémio Nobel da paz, falecido ontem, vítima de cancro, aos 61 anos. Também da Coreia do Norte se esperam agora conversações, depois de Pyongyang ter lançado esta semana um novo teste de míssil balístico.

 

Por fim, o Standard. Pouco a acrescentar para além do título: “Morreu Liu Xiaobo”. Testemunhos e fotografias marcantes de uma voz incómoda.

 

João Picanço