Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Veredicto de Ho Chio Meng conhecido na sexta-feira
Terça, 11/07/2017

O colectivo de juízes do Tribunal de Última Instância vai proferir, na próxima sexta-feira, a decisão sobre o caso em que o antigo líder do Ministério Público, Ho Chio Meng, é acusado de 1536 crimes.

 

De acordo com o Jornal Tribuna de Macau e o Ponto Final, a leitura do veredicto está marcada para as 15h00 do dia 14 de Julho, dois meses depois da última sessão do julgamento do ex-Procurador, um processo que arrancou em Dezembro de 2016.

 

Ho Chio Meng, que dirigiu o Ministério Público entre 1999 e 2014, foi detido em Fevereiro de 2016, tendo depois sido acusado de mais de 1500 crimes relacionados com peculato, burla qualificada, abuso de poder, promoção ou fundação de associação criminosa, branqueamento de capitais, falsidade de declaração e participação económica em negócio.

 

Está em causa a adjudicação, sempre às mesmas empresas, de quase duas mil obras nas instalações do Ministério Público, entre 2004 e 2014.

 

As empresas envolvidas receberam a adjudicação, alegadamente de forma ilegal, de diversas obras e serviços contratados pelo Ministério Público, num valor superior a 167 milhões de patacas.

 

O Comissariado Contra a Corrupção diz que, deste montante, os suspeitos envolvidos terão beneficiado de, pelo menos, 44 milhões.

 

Uma vez que está a ser julgado pelo Tribunal de Última Instância, Ho Chio Meng não terá direito a recorrer da decisão.

 

Hugo Pinto