Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Eleições: Coutinho duvida que haja macaenses entre nomeados
Sábado, 08/07/2017

Pereira Coutinho não acredita na nomeação de um membro da comunidade portuguesa de Macau para a Assembleia Legislativa. Em entrevista à TDM- Rádio Macau diz que esse cenário só se coloca se vier uma ordem de Pequim.

 

“Retirar o Dr. Vong Hin Fai dos nomeados para os indirectos o que é que isso significa? Significa que a lista das pessoas que estão na porta para serem nomeadas é tão grande que tenho sérias dúvidas que um macaense possa ser incluído. A não ser que venha uma orientação do Governo Central para a necessidade de pôr um macaense pela via das nomeações”, argumenta.

 

Nesta entrevista, Pereira Coutinho lamenta ainda a saída de Leonel Alves do hemiciclo. “Faz falta na Assembleia [Legislativa]” diz Coutinho.

 

“Ele devia estar na mesa [da Assembleia Legislativa]. Ele devia ser presidente de uma comissão. O Dr. Leonel Alves, pela sua experiência, está no auge. Ele não tem idade para se aposentar da Assembleia Legislativa. É uma pena”, acrescenta.

 

Pereira Coutinho admite, na entrevista à TDM - Rádio Macau, que o português está em risco em Macau e que trabalhar na função pública é hoje um risco. O também presidente da Associação de Trabalhadores da Função Pública reconhece que há perseguição na função pública. Pereira Coutinho diz que o principal problema do Governo é saber como gastar o dinheiro que tem.

 

Gilberto Lopes/ Marta Melo