Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Revista de imprensa de Macau e Hong Kong (Sexta-feira)
Sexta, 07/07/2017

A formalização das candidaturas de Agnes Lam, José Pereira Coutinho e Sulu Sou é destacada na imprensa local em língua portuguesa. O atropelamento mortal de um homem de 69 anos e um novo caso de violência doméstica preenchem os títulos dos principais jornais em língua chinesa.

 

Jornais de Macau em língua chinesa

 

O Ou Mun faz manchete com o atropelamento mortal de um homem de 69 anos. A vítima estava a conduzir uma bicicleta, quando foi atingida por um veículo pesado. O acidente foi registado na manhã de ontem.

 

O Va Kio tem como destaque um caso de violência doméstica revelado ontem, que teve por base o facto de uma mulher ter perdido dois milhões de patacas em jogo. A polícia deteve um homem e apreendeu uma faca.

 

Ou Mun Tin Toi

 

Na estação de rádio Ou Mun Tin Toi, a emissão desta manhã tem sido preenchida com a chegada do porta-aviões Liaoning a Hong Kong. A embarcação chinesa fica cinco dias na região vizinha.

 

Jornais de Macau em língua portuguesa

 

O Hoje Macau preenche grande parte da primeira página com José Pereira Coutinho. O português é um trunfo importante, garante o candidato às legislativas de Setembro. José Eduardo Martins também tem a palavra na edição desta sexta-feira. “Não há nenhum Trump que faça voltar isto atrás”, defende o advogado e antigo secretário de Estado do Ambiente de Portugal.

 

O Jornal Tribuna de Macau adianta que um estudo que reuniu académicos da Universidade de Ciência e Tecnologia de Macau e da Universidade Politécnica de Hong Kong conclui que o Governo deve encarar os “dilemas” da prostituição, em vez de “enterrar a cabeça na areia e esconder-se atrás de valores morais”. Com o título “sozinhos em casa” é feito um alerta de que as autoridades devem prestar mais atenção aos casos de menores desacompanhados porque os pais precisam de trabalhar.

 

O semanário O Clarim descreve a Igreja Católica de Hong Kong como “a voz da consciência”, 20 anos após a transferência de soberania. Em Macau, há dois novos diáconos, na paróquia de Nossa Senhora de Fátima. Kornelius Supranoto Bardata é da Indonésia e Peter Hoang do Vietname.

 

O Plataforma avança que as normas que regulam o uso dos drones “são boas”, mas “falta fiscalização”. Entre outras referências de primeira página do semanário bilingue está uma entrevista a Agnes Lam. “População está menos confiante na política”, afirma a candidata às eleições legislativas de Setembro.   

 

O Ponto Final coloca na manchete a formalização das candidaturas de Agnes Lam, José Pereira Coutinho e Sulu Sou, titulando “Destino: Nam Van”. No jornal está também o sorteio da Taça FIRS, em hóquei em patins, que colocou Macau no grupo de Colômbia, África do Sul e Áustria.

 

Jornais de Macau em língua inglesa

 

O Business Daily nota que o Fundo de Segurança Social vai expandir os recursos e as competências, como consequência da entrada em vigor do regime de previdência não obrigatório. O jornal financeiro publica um especial de duas páginas sobre a expansão do Aeroporto Internacional de Macau. Apesar de existirem oportunidades, já que a terceira pista do Aeroporto Internacional de Hong Kong não vai estar pronta em breve, o Aeroporto Internacional de Zhuhai assume-se como um forte competidor.

 

O Macau Daily Times indica que a Polícia Judiciária confirma que está a investigar cibernautas que colocaram imagens editadas da bandeira da República Popular da China. No destaque fotográfico estão as inundações no Japão que fizeram, pelo menos, dois mortos.

 

O Macau Post Daily coloca nas parangonas uma declaração da directora do Gabinete de Informação Financeira. De acordo com Ng Man Seong, o novo sistema de reconhecimento facial instalado nas máquinas ATM, que abrange os utilizadores de cartões da UnionPay da China Continental, vai “reforçar” a troca de informações com as autoridades centrais. A busca por um “consenso” no comércio livre, defendida pela China, fecha os principais títulos.

 

Jornais de Hong Kong em língua inglesa

 

O China Daily titula “Xi insiste numa resolução pacífica”. Diálogo deve marcar as negociações para desnuclearização da península coreana, defende o presidente chinês. O jornal oficial coloca ainda na primeira página um episódio histórico. O ataque japonês a 7 de Julho de 1937, às portas de Pequim, que levou, depois, a combates a grande escala entre a China e o Japão.

 

O South China Morning Post tem como destaque fotográfico a maior apreensão de marfim em três décadas. As autoridades apanharam mais de sete toneladas, com um valor de 72 milhões de dólares de Hong Kong. O diário refere também: “Nova equipa da polícia para enfrentar ameaça terrorista”. A unidade especial criada vai ter 30 efectivos.

 

O Standard escreve que a condição de Liu Xiabo está “a piorar”. O vencedor do Prémio Nobel da Paz “não come e os tratamentos foram parados”. Esta sexta-feira, nota ainda para um caso de tráfico de droga transfronteiriço que acabou com três detidos, incluindo uma rapariga de 15 anos.

 

Pedro Galinha