Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

IACM duvida de entendimento com empresários das aves
Terça, 30/05/2017

José Tavares duvida que os empresários do sector da venda de aves vivas cedam. O presidente do Instituto para os Assuntos Cívicos e Municipais reforçou que o apoio oferecido pelo Governo está longe de ser uma indemnização.

 

Lembre-se que os empresários chegaram a pedir 10 milhões para cada uma das mais de 50 pessoas que viram a respectiva actividade encerrada. Dia 12 de Junho há nova reunião e vai ser também a última. José Tavares não espera grandes desenvolvimentos.

 

"Tenho dúvidas sobre o entendimento. Eles não cedem e já nos disseram isso. Temos muita pena, porque o Governo está interessado em dar este apoio. Relembro que não é uma indemnização. É um apoio. O contrato que temos com os empresários é precário, como tal, não existe obrigatoriedade legal de uma indemnização", disse José Tavares.

 

Para além da reunião no dia 12 de Junho, a sete do mesmo mês é o limite para a entrega por parte dos empresários dos inquéritos sobre o despedimento do pessoal e o local onde querem continuar a nova actividade.

 

De recordar que os empresários estão a pedir dois milhões de patacas – tendo pedido inicialmente dez milhões. O Governo oferece, no máximo, um apoio de 480 mil patacas.