Em destaque

22 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.20 patacas e 1.13 dólares norte-americanos.

Ho Iat Seng escolhe sectores para ocupar novos lugares na AL
Quarta, 01/02/2012

O vice-presidente da Assembleia Legislativa, Ho Iat Seng, defende que, no caso de haver mais dois lugares para os deputados eleitos pela via indirecta no hemiciclo, ambos os assentos devem ser ocupados por representantes do sector dos assuntos sociais e do sector profissional.
Em declarações aos jornalistas durante o almoço de Primavera com a comunicação social, Ho Iat Seng, eleito por sufrágio indirecto, afirmou que “temos, neste momento, já quatro assentos para a área do comércio e indústria”, acrescentando que, “pessoalmente, entendo que podemos equacionar assentos para representantes dos assuntos sociais e também para a área dos profissionais”.
Relativamente às opniões que têm sido manifestadas por diversos sectores da população a propósito da reforma política, Ho Iat Seng garantiu que “nenhuma delas pode ser descurada”.

Quanto a uma eventual calendarização para o sufrágio universal, Ho Iat Seng lembra que é preciso analisar a questão com cuidado e no enquadramento da Lei Básica.
O deputado desvalorizou, ainda, o facto de não existirem membros de órgãos municipais na comissão que elege o Chefe do Executivo – ao contrário do que diz a Lei Básica. Para Ho Iat Seng esta é uma “questão técnica” que deve ser resolvida.
Confrontado com as críticas ao desempenho dos deputados eleitos por via indirecta, o vice-presidente do hemiciclo defendeu que a existência destes deputados é “necessária” e que todos os membros da Assembleia Legislativa contribuem para o desenvolvimento de Macau, independentemente da forma como são escolhidos.