Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Revista de imprensa de Macau e Hong Kong (Sexta-feira)
Sexta, 26/05/2017

A sessão de interpelações na Assembleia Legislativa, com a Fábrica de Panchões Iec Long e o regime de responsabilização dos funcionários públicos a estarem em destaque, domina a imprensa local.

 

Jornais de Macau em língua chinesa

 

O Ou Mun destaca que alguns dos terrenos da antiga Fábrica de Panchões Iec Long que pertenceram a privados estão em condições de ser recuperados pela Administração. Quem ainda está a ocupar estes lotes tem 60 dias para limpar e entregar os espaços.

 

O Va Kio nota que a secretária Sónia Chan respondeu aos deputados sobre a falta de responsabilização na Administração Pública, depois de relatórios do Comissariado de Auditoria e do Comissariado Contra a Corrupção que expuseram irregularidades em vários serviços. No hemiciclo ficou a promessa de aperfeiçoar os mecanismos de responsabilização dos funcionários e de reforçar a formação jurídica.

 

Ou Mun Tin Toi

 

A estação de rádio Ou Mun Tin Toi tem centrado atenções num grupo de 1200 alunos estudantes que comemorou o dia da criança na Guarnição do Exército Popular de Libertação. Houve dança, arte e jogos sobre a história de Macau e da China.

 

Jornais de Macau em língua portuguesa

 

O Hoje Macau titula “senta-te e paga” para ilustrar a proposta do Governo de nova subida das tarifas dos táxis. Na Liga Elite joga-se o “tudo ou nada”, este fim-de-semana. O líder Benfica de Macau enfrenta o Monte Carlo, que está no segundo lugar do campeonato.

 

O Jornal Tribuna de Macau adianta que a Universidade de Macau "sobe de patamar na formação de bilingues". Hoje, vai ser inaugurado o Centro de Ensino e Formação Bilingue (Chinês e Português), dirigido pela académica Maria José Grosso. A "retoma" dos lotes da Fábrica de Panchões Iec Long está também nas parangonas.

 

O Clarim questiona “diplomacia suave ou dura?” para dar conta de que as relações sino-vaticanas atingem um “momento decisivo”. O semanário católico adianta ainda que o Corpo de Cristo volta às ruas de Macau.

 

O Plataforma oferece biografias sino-lusófonas de vidas que “fazem a ponte entre a China e os países de Língua portuguesa em Macau”. Na primeira página do semanário estão Álvaro Rodrigues, António Barros, Shee Va e Ivo M. Ferreira. A candidatura como independente às eleições legislativas de Hong Weng Kuan também está em destaque.

 

O Ponto Final faz manchete com as “bandeiradas polémicas”. O Governo deverá dar “carta-branca” a um aumento das tarifas praticadas pelos taxistas do território. Na edição de sexta-feira, o jornal publica uma reportagem intitulada “a ressurreição da arte e o regresso da lenda”. As noites de domingo no LMA tornaram-se de “antologia” para os entusiastas do jazz e conseguiu fazer com que o baterista brasileiro Armando Araújo voltasse a pegar nas baquetas.

 

Jornais de Macau em língua inglesa

 

O Business Daily faz eco das críticas dos deputados à postura do Governo em relação aos relatórios críticos do Comissariado Contra a Corrupção e do Comissariado da Auditoria. Ontem, na Assembleia Legislativa, também foi abordado o “risco” dos pagamentos através de serviços de comunicações móveis.

 

O Macau Daily Times puxa para destaque a não confirmação do regresso do Campeonato do Mundo de Carros de Turismo (WTCC na sigla inglesa) ao Grande Prémio de Macau. O “caos” no Brasil, com ministérios em chamas e o exército nas ruas, tem uma referência fotográfica.

 

O Macau Post Daily faz de uma sugestão dos Kai Fong o principal título do dia. A associação quer que no lugar do Canídromo nasçam uma “aldeia de escolas” e infra-estruturas de lazer e desporto.

 

Jornais de Hong Kong em língua inglesa

 

O China Daily traz a condenação de Pequim às movimentações de um navio de guerra norte-americano no Mar do Sul da China. Depois, nota para a descida a 6300 metros na Fossa das Marianas do Jiaolong, um veículo submarino chinês operado à distância.

 

O South China Morning Post faz manchete com a ponte Hong Kong-Zhuhai-Macau. “Problema não foi detectado há um ano”, lê-se na primeira página. Os responsáveis do Governo da região vizinha admitem que falharam na análise aos testes laboratoriais que terão sido adulterados por um empreiteiro. Em causa está a qualidade dos materiais utilizados na mega infra-estrutura. No destaque fotográfico do diário está o sétimo residente de Hong Kong a conseguir subir ao ponto mais alto do mundo. Elton Ng chegou, ontem de manhã, à região vizinha, depois de ter conquistado o Evereste.

 

O Standard também tem a recepção a este novo herói da antiga colónia britânica. Mas o principal tema que abre o jornal é a assinatura de um acordo entre Hong Kong e a Coreia do Sul na área da protecção ao consumidor. O turismo e as compras online estão a crescer entre os dois territórios.