Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Central de Taishan: Macau e Guangdong ainda sem acordo
Terça, 23/05/2017

Depois vários meses de conversações, o mecanismo de comunicação sobre segurança nuclear entre Macau e a província de Cantão continua por formalizar. O secretário para a Segurança deu hoje conta que o Governo local e as autoridades de Cantão continuam a negociar a versão final deste acordo, que terá de ser aprovado pelo Governo Central.

 

Wong Sio Chak nega, no entanto, a existência de problemas nas negociações e refere que o processo continua em marcha. “Os trabalhos estão em marcha. Gostaríamos que o acordo fosse assinado em breve”, declarou Wong Sio Chak na inauguração do novo Centro de Protecção Civil, que vai funcionar nas instalações dos Serviços de Imigração do Pac On.

 

O secretário garante não ter havido qualquer informação transmitida pelas autoridades da China Continental que dê conta da existência de problemas na central nuclear de Taishan, localizada a cerca de 70 quilómetros de Macau. Isto apesar da entrada em funcionamento da central ter sido adiada para a segunda metade deste ano, depois da construtora ter alegado a necessidade de novas verificações na segurança da infra-estrutura.