Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Francis Lui quer fim da fronteira para a Ilha da Montanha
Terça, 16/05/2017

O vice-presidente do grupo Galaxy Entertainment defende o livre-trânsito entre Macau e a Ilha da Montanha. Francis Lui deu ênfase a esta ideia durante um discurso hoje, no arranque da 11ª edição da feira Global Gaming Expo Asia.

 

“Nós encorajámos a ideia de não haver fronteira para as entradas de Macau para a Ilha da Montanha e vice-versa. Assim, todos os visitantes de Macau podem também aceder às atracções que a ilha tem para oferecer e depois regressar para Macau livremente. Isto iria fazer do território um destino mais competitivo e atractivo para as famílias, providenciando meios interessantes para uma penetração mais profunda no mercado da China e ajudar a abrir Macau a visitantes internacionais, como do mercado do Pacífico, e assim dar um impulso ao número de visitantes”, afirmou o empresário, no primeiro dia da feira, que arrancou esta manhã no Venetian.

 

Recordo-lhe que a Galaxy está também a investir na Ilha da Montanha, onde pretende construir, com uma verba de aproximadamente 10 mil milhões de yuan, um centro de lazer e desporto. Actualmente, as deslocações de Macau para Hengqin implicam a passagem pelo Posto Transfronteiriço do COTAI.