Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Menos jovens a consumirem drogas em Macau
Sexta, 12/05/2017

Há menos jovens a consumirem drogas em Macau. A Comissão da Luta contra a Droga informou que estão detectados 548 toxicodependentes identificados no território em 2016. Desses, 6,2 por cento são jovens, registando-se um decréscimo de 55,3 por cento relativamente a 2015. O "ice" continua a ser a substância mais consumida, com mais de 35 por cento do consumo total, número que tem vindo a subir.

 

Mais de 70 por cento dos toxicodependentes consumiu no próprio domicílio, o que, no entender da comissão, torna o consumo de drogas em Macau algo “oculto.” A despesa mensal no consumo de droga na região ultrapassou as 7 mil patacas, aumentando 11,8 por cento desde 2015.

 

Em Janeiro deste ano foram agravadas as penas para quem consome droga em Macau. Em contraste com o que se passa em muitos outros países desenvolvidos, a toxicodependência é ainda vista como crime, ao contrário de uma doença. Segundo a Organização Mundial de Saúde, a tendência para descriminalizar o consumo tem vindo a reduzir o índice de quem procura estas substâncias.

 

Hoi Va Pou, Chefe de Departamento do Instituto de Acção Social, vincou que em Macau "consumir droga é crime" e assim vai continuar a ser.

 

A comissão sublinhou que as acções de sensibilização junto dos jovens são uma das causas para a quebra no consumo e que no futuro vai ser intensificada a prevenção junto da população.