Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Revista de imprensa de Macau e Hong Kong (Sexta-feira)
Sexta, 12/05/2017

O início das alegações finais no julgamento por corrupção do ex-Procurador da RAEM, Ho Chio Meng, é um dos temas que recebe principal destaque nos diários locais. Em Hong Kong, os jornais realçam a primeira conversa telefónica entre o presidente da China, Xi Jinping, e o homólogo sul-coreano, o recém-eleito Moon Jae-In.

                                                                   

Jornais de Macau em língua chinesa

 

O Ou Mun destaca o início das alegações finais do julgamento de Ho Chio Meng. O jornal escreve que os magistrados do Ministério Público realçaram a ideia de que não é por Ho Chio Meng ter sido Procurador, que ficará sem castigo pelos crimes que cometeu.

 

O título do Va Kio refere que o Gabinete para a Protecção de Dados Pessoais abriu 2.024 casos no ano passado, o que representa uma subida de 40 por cento face a 2015. A grande maioria das investigações está relacionada com empresas privadas.

 

Ou Mun Tin Toi

 

O canal chinês de rádio da TDM diz que os empréstimos para habitação atingiram os 4 mil milhões de patacas em Março, num aumento de 60 por cento em relação a Fevereiro. A maior parte dessa verba teve por destino residentes de Macau.

 

Jornais de Macau em língua portuguesa

 

“Por mares já navegados” titula o Hoje Macau, sobre o arranque, este fim-de-semana, do primeiro grande fórum dedicado à política lançada por Xi Jinping “Uma Faixa, Uma Rota”. Mais de 100 países e 28 chefes de estado marcarão presença em Pequim. Este jornal publica ainda uma entrevista com a cantora de Cabo Verde Teté Alhinho.

 

No Jornal Tribuna de Macau há duas manchetes: “MP diz que Ho Chio Meng ‘não sairá impune’” e “Lei de Dados Pessoais sem revisão à vista”. O destaque fotográfico é feito com os taxistas: “Cobranças abusivas sobem 74 por cento”. o JTM também realça na primeira que o regime de aquisições de bens e serviços públi­cos  vai ser alvo de consulta em 2018.

 

“Mulheres são importantes na Bíblia” lê-se n’O Clarim, a propósito de uma reflexão da Universidade de São José sobre o centenário das aparições de Fátima. Outro destaque neste semanário católico assinala as comemorações do Dia da Europa: “respeito pelos direitos e liberdades”.

 

O semanário Plataforma titula “Compra quase impossível”. Quem não tem residência em Zhuhai tem agora mais dificuldade em adquirir casa do outro lado da fronteira, dadas as novas medidas em vigor desde Abril. “MICE sem rumo”, escreve ainda este jornal na primeira, sublinhando que “os apoios do Governo são altos, mas o sector precisa de uma direcção”.

 

No Ponto Final lê-se em manchete “Quando o retorno não satisfaz” - o Governo vai aumentar ainda este ano a percentagem da reserva financeira aplicada por entidades privadas. “Macau de mão dada com a fraude” é outro título, porque o território acolheu o maior evento mundial de promoção da OneCoin, uma criptomoeda que foi banida na Alemanha e em Itália por supostamente basear as suas operações num gigantesco esquema de Ponzi.

 

Jornais de Macau em língua inglesa

 

O Business Daily titula que “magistrados do MP sumarizaram caso contra Ho”. Hoje a defesa do ex-Procurador, Ho Chio Meng, deve responder. Noutro destaque de primeira, este diário económico diz que a Assembleia Legislativa aprovou na especialidade a proposta de lei sobre a prevenção e repressão dos crimes de branqueamento de capitais e terrorismo.

 

A manchete do Macau Daily Times também é feita com as alegações finais do julgamento de Ho Chio Meng: “MP enumera lista de ‘esquemas’ de Ho”. Em rodapé, este matutino escreve que “China prepara apoio para a bolsa de Hong Kong antes do Dia da Transferência”.

 

O Macau Post Daily vira atenções para a conferência de imprensa do Gabinete para a Protecção de Dados Pessoais. O regulador frisou que “houve mais casos relacionados com a protecção da privacidade, dado o aumento da consciencialização”. Noutro título lê-se que “Trump diz que iria sempre despedir o director do FBI”.

 

Jornais de Hong Kong em língua inglesa

 

O China Daily destaca a primeira conversa de Xi Jinping com o novo presidente sul-coreano, Moon Jae-In, sobre as “preocupações da China”. Vários analistas consideram que um dos tópicos do telefonema foi o sistema anti-mísseis dos Estados Unidos instalado na Coreia do Sul.

 

O mesmo tema está em foco no South China Morning Post.  Este jornal sublinha que Moon Jae-In propôs a Xi Jinping “enviar uma equipa à China para conversações” e que os dois líderes concordaram que o fim da capacidade nuclear da Coreia do Norte é “um objectivo comum”. O destaque fotográfico mostra simulações em Hong Kong de ataques terroristas “ao estilo europeu”, que antecedem a visita dos líderes de Estado.

 

Nesta edição de fim-de-semana, o Standard dá maior destaque no interior à notícia de que um homem suspeito de violação enforcou-se na prisão.