Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Zhang Dejiang pede mais capacidade de governação local
Segunda, 08/05/2017

O desenvolvimento económico e social de Macau exige uma maior capacidade de governação local. Foi a mensagem deixada pelo presidente do Comité Permanente da Assembleia Popular Nacional num encontro com os titulares dos principais cargos de Macau, esta tarde.

Zhang Dejiang disse esperar que o Governo local possa manter elevada a capacidade e a eficácia governativa, promovendo o sucesso da política “Um País, Dois Sistemas”.

O responsável referiu que a situação geral de Macau é boa, apesar de ainda enfrentar alguns problemas e desafios.  Zhang Dejiang disse esperar união do Governo local para assumir as suas responsabilidades.

À chegada, Zhang Dejiang disse que veio a Macau verificar o andamento dos trabalhos para o cumprimento dos quatro desejos definidos pelo presidente Xi Jinping.

O número três da hierarquia chinesa e também responsável pelos Assuntos de Macau e Hong Kong chegou ao aeroporto por volta do meio-dia, onde foi recebido de forma calorosa.

A banda da PSP e mais de duas centenas de crianças de duas escolas primárias marcaram o ritmo, enquanto Zhang Dejiang desceu as escadas que ligavam o avião da Air China à pista do aeroporto de Macau.

Cá em baixo, esperava o chefe do Executivo Chui Sai On – que desta vez não subiu até à porta do avião - com outros dirigentes locais e também Edmund Ho, actual Vice-Presidente da Conferência Consultiva Política do Povo Chinês

Numas breves declarações aos jornalistas – sem direito a perguntas – Zhang Dejiang diz que foi enviado pelo presidente chinês.

Os desejos de Xi Jinping são: o aumento da capacidade e nivel de governação, com uma consciência jurídica mais forte; a diversificação económica; a promoção da harmonia e estabilidade; e, por último, o reforço da educação e formação de jovens.

Já para os proximos dias estão marcadas algumas palestras e visitas por Macau. Por enquanto os temas e locais não são ainda conhecidos, por razões de segurança.

O presidente do comité permanente da APN fica em Macau até quarta-feira.

Durante a manhã, ativistas pró-democracia protestaram junto do Gabinete de Ligação do Governo Central em Macau, instando Pequim a lançar uma discussão para a introdução do sufrágio universal na eleição do chefe do Executivo e dos deputados à Assembleia Legislativa.