Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Intercensos revela contínuo envelhecimento da população
Sexta, 05/05/2017

O grupo etário com 65 anos ou mais aumentou 48,6 por cento nos últimos cinco anos, segundo os Intercensos, realizados em Agosto do ano passado. Este grupo representa agora 9,1 por cento da população total. O grupo etário 55-64 anos (87.583) representa 13,5 por cento da população, “prevendo-se para os próximos 10 anos uma progressiva aceleração do ritmo do envelhecimento populacional”, notam os Serviços de Estatística e Censos (DSEC).  

 

De acordo com os resultados a população de Macau totalizava 650.834 pessoas em Agosto do ano passado, aumentando 17,8 por cento face aos Censos 2011 (552.503), “devido ao substancial acréscimo de trabalhadores não residentes domiciliados em Macau e à subida da taxa de natalidade”.

 

Macau conta com mais mulheres (51,8 por cento) do que homens (48,2 por cento).

 

A densidade populacional era 21.340 pessoas/ km² em 2016, tendo aumentado 15,5 por cento desde 2011. A densidade mais elevada encontrava-se ainda na zona da Areia Preta e Iao Hon (170.953 pessoas/ km²), seguindo-se a do Doca do Lamau.

 

A população de Coloane (26.889) aumentou 5,3 vezes nos últimos cinco anos, “em consequência da recente ocupação dos bairros de habitação pública por parte dos agregados familiares”, sublinha a DSEC.

 

Os agregados familiares totalizavam, em Agosto, 188.723, o que representa uma subida de 10,5 por cento. A composição média do agregado era de 3,07 membros, ligeiramente inferior a 3,08 em 2011. Quanto à dimensão dos agregados, predominam os de três membros (24,5 por cento do total), com um aumento de 1,3 pontos percentuais em relação a 2011, enquanto os de quatro membros (21,4 por cento), diminuíram 1,6 pontos percentuais.

 

Do total dos agregados familiares, 22.096 moravam em habitação económica e 12.223 em habitação social, correspondendo a aumentos respectivos de 34,2 por cento e 108,8 por cento face a 2011.

 

Quanto aos 153.299 agregados familiares moradores em habitação privada, representaram 81,7 por cento, com uma subida de apenas 4,6 por cento.