Em destaque

25 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,0449 patacas e 1,1156 dólares norte-americanos.

 

Revista de imprensa de Macau e Hong Kong (sexta-feira)
Sexta, 05/05/2017

Cortes no rácio dos empréstimos para a compra de casa são o grande destaque na imprensa da região.

 

Imprensa de Macau em língua chinesa

Ou Mun e Va Kio destacam os cortes nos empréstimos hipotecários para as segundas ou mais casas em Macau. Cortes entre os 10 e os 20 por cento entram em vigor a partir de hoje.

 

Ou Mun Tin Toi

A Ou Mun Tin Toi destaca o saldo da conta central e as receitas da administração. Estas atingiram os 26,4 mil milhões, ou seja, uma subida de 9,4 por cento relativamente ao mesmo período do ano passado (Janeiro a Março).

 

Imprensa de Macau em língua portuguesa

O Hoje Macau destaca a Europa em suspenso por causa das eleições em França.

 

O Ponto Final destaca o aumento das receitas públicas, bem como a diminuição dos limites do rácio dos empréstimos à habitação.

 

O Jornal Tribuna de Macau opta por um diferente ponto de vista do Dia da Mãe, a celebrar no domingo: "Viver com o filho atrás das grades da prisão de Macau."

 

Sexta-feira é dia de semanários. O jornal Plataforma conta com entrevistas a Isabel Capeloa Gil, Reitora da Universidade Católica Portuguesa e José Carlos Matias, Presidente da Associação de Imprensa em Português e Inglês de Macau.

 

O Clarim tem uma entrevista com o investigador Gonçalo Abecasis: "Para qualquer doença há estudos genéticos em marcha."

 

Imprensa de Macau em língua inglesa

O Macau Post Daily destaca a descida no rácio dos empréstimos, sublinhando que os compradores de primeira casa não serão afectados.

 

Encontramos semelhante destaque no Macau Daily Times, que conta ainda com o anúncio do fim do sistema das subconcessões, garantido por advogados.

 

O Business Daily seguiu também o caminho dos empréstimos para a habitação, que sofrem cortes a partir de hoje.

 

Imprensa de Hong Kong em língua inglesa

No China Daily, o presidente Xi Jinping procura uma aproximação económica com a Dinamarca, é o destaque.

 

O South China Morning Post destaca a tempestade de areia que se abateu sobre Pequim, com algumas fotos que mostram bem os efeitos da natureza. Enquanto também dá espaço à guerra de palavras entre China e Coreia do Norte.

 

Por fim, o Standard reporta que Hong Kong está debaixo dos olhares internacionais por causa do preço dos combustíveis, que são demasiado altos para as quedas que se vêm registando a nível internacional.