Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Aves vivas: IACM promete assistência a vendedores afectados
Sábado, 29/04/2017

A proibição de venda de aves vivas nos mercados de Macau, a partir de segunda-feira, está a gerar grande contestação por parte da respectiva indústria. O presidente do Instituto para os Assuntos Cívicos e Municipais (IACM), José Tavares, reconheceu que as manifestações de desagrado eram “inevitáveis”.

 

O responsável insiste que a medida tem em conta a saúde pública mas promete ouvir os vendedores afectados pela proibição. O IACM coloca em cima da mesa a hipótese de compensação financeira.

 

“Pelo que percebi das duas reuniões anteriores, esses vendedores querem continuar nessa indústria. Eles provavelmente querem uma compensação, uma vez que nos disseram ser velhos demais para mudar de trabalho. Nós vamos fazer o nosso melhor para lhes dar assistência e para responder às reivindicações. Podemos sentar-nos para conversar sobre uma eventual compensação financeira, se eles quiserem. Se decidirem mudar de indústria também iremos cooperar. As bancas deles continuam lá, eles só têm de nós dizer o que pretendem”, referiu José Tavares, em declarações à TDM - Canal Macau.