Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Presidente do IC culpa Ung Vai Meng por contratos ilegais
Segunda, 24/04/2017

O presidente do Instituto Cultural, Leung Hio Ming, revelou que os assessores jurídicos do organismo alertaram as chefias para os riscos legais das contratações em regime de prestação de serviços e que os pareceres terão sido ignorados pelas chefias.

 

Leung Hio Ming, vice-presidente do IC à época, apontou o dedo ao antecessor, Guilherme Ung Vai Meng. “As chefias não aceitaram os pareceres jurídicos. Sobre o nosso dirigente anterior, ele foi responsável pela área de recursos humanos. Como ele e algumas das chefias responsáveis já se desligaram do IC temos de encontrar uma atitude objectiva no tratamento deste problema”, afirmou, quando questionado sobre o apuramento de responsabilidades pelas contratações ilegais.

 

O actual presidente do IC rejeita qualquer envolvimento no caso. “A minha área de trabalho é mais relacionada com as artes performativas. Não tenho grande conhecimento desta lei, mas mesmo assim não estou directamente relacionado com o recrutamento de pessoal”, vincou.  

 

Leung Hio Ming foi nomeado para a vice-presidência do IC em 2012, cargo que acumulou com as funções de director do Conservatório de Macau e de administrador interino da Orquestra de Macau.