Em destaque

28 de Abril: às 12h30, aos balcões do BNU, 1 Euro valia 8.7618 patacas e 1.0867 dólares.

Chui Sai On: Lote do Canídromo será para instalações sociais
Sexta, 21/04/2017

O terreno do  Canídromo será usado para instalações de interesse público, quando terminar a concessão da Companhia de Corridas de Galgos. A garantia foi dada esta tarde, na Assembleia Legislativa, pelo Chefe do Executivo, Chui Sai On.

 

Em resposta à deputada e directora da empresa, Angela  Leong,  o Chefe do Executivo afastou a hipótese de o lote ser usado para habitação privada. “O Canídromo vai ser aproveitado para fins de interesse público e não para a construção de edifícios privados porque naquela zona já se verifica uma densidade populacional bastante carregada”, declarou, ao defender que o terreno “pode ser aproveitado para elevar a qualidade de vida dos moradores”. “A nossa tendência é não aproveitar o terreno para fins comerciais ou de hotelaria, mas sim para fins recreativos, educativos ou desportivos”, frisou.

 

Angela Leong defende que o terreno seja usado para construir residências para jovens.

 

Chui Sai On admite a ideia, mas noutro local. O Chefe do Executivo adiantou que o Governo está a fazer um estudo sobre o modelo de habitação pública. Os resultados serão conhecidos em Setembro. 

 

No capítulo da habitação, Fernando Chui Sai On lembrou ainda que os novos aterros vão ter também habitação pública. No balanço dos trabalhos de construção dos aterros, o líder do Governo sublinhou que na zona A, “80 por cento das obras já estão concluídas e já foi reiniciado o fornecimento de areia”.

 

Chui Sai On foi ainda confrontado com o caso Pearl Horizon, com o deputado Si Ka Lon a pedir uma solução rápida para os compradores lesados com a suspensão da obra. Mas o Chefe do Executivo limitou-se a reiterar que o Governo está a trabalhar para encontrar uma solução dentro da actual lei.

 

Hoje Fernando Chui Sai On disse ainda estar confiante que “durante o seu mandato” vai ser “reaberto a candidatura a habitação económica”.