Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Our Land, Our Plan entrega carta ao Chefe do Executivo
Quarta, 19/04/2017

O impacto ambiental para os futuros habitantes das novas casas da Avenida de Wai Long é bem maior do que o Governo diz. Declarações de Amy Sio, porta-voz do movimento ambiental Our Land, Our Plan, que quer um novo plano de ambiente para a referida zona da Taipa, junto ao aeroporto.

 

Como tal, o movimento entregou na tarde desta quarta-feira uma carta ao Chefe do Executivo onde atesta que os números apresentados não são correctos e que, a médio e longo prazo, os residentes vão sofrer graves consequências de saúde.

 

A culpa, diz Amy Sio, é da Central de Incineração de resíduos sólidos, que fica próxima daquela área. O impacto, diz também, não será sentido propriamente pelos que por ali passam pouco tempo, como turistas, mas sim por quem vai viver décadas ali. A poluição sonora, proveniente do aeroporto, é outra das preocupações.

 

Amy Sio diz que entende que a população de Macau precisa de casas, mas convida o Governo a "estudar alternativas". Essas devem ter em conta áreas onde a poluição não seja tão assertiva.

 

A Our Land, Our Plan diz mesmo que “não é recomendável que se construa em Wai Long” e sublinha que a Central de incineração atingirá o limite da capacidade em 2020, por isso, é também recomendável, do ponto de vista do movimento, uma nova localização.