Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

DICJ tem menos inspectores e recrutamento tarda em avançar
Quinta, 13/04/2017

O recrutamento de 50 inspectores para a Direcção de Inspecção e Coordenação de Jogos (DICJ) vai entrar na segunda fase, apurou a TDM – Rádio Macau. O processo foi anunciado há cerca de um ano, quando os serviços liderados por Paulo Martins Chan alertaram para a falta de pessoal.

 

De acordo com dados enviados pela DICJ, a entidade que regula o sector do jogo tinha 125 inspectores, em Março de 2016. Um mês depois, Paulo Martins Chan falou nas carências de recursos humanos.

 

A abertura do concurso para a contratação de 50 inspectores foi publicada, em Boletim Oficial, no dia 19 de Outubro de 2016. “Até agora, o procedimento que completámos foi a primeira etapa, de envio de documentos”, lê-se na resposta escrita enviada pela DICJ à TDM – Rádio Macau. O arranque da segunda fase, que contempla um exame, está agendado para a semana.

 

Não há prazo para a conclusão do processo de recrutamento. Mas, mesmo com o reforço do pessoal, a DICJ admite à TDM – Rádio Macau que o número não vai ser o “ideal” para fazer face ao “rápido crescimento da carga de trabalho”. Além disso, actualmente, existem apenas 120 inspectores.

 

Em termos globais, a DICJ tinha 396 funcionários, no final do mês passado. Há um ano, eram 388.