Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Legislativas:nova geração pró-democracia “por conta própria"
Quarta, 05/04/2017

A Novo Macau está à procura de alternativas para as legislativas de Setembro, depois de o veterano Ng Kuok Cheong ter anunciado que seria candidato com Au Kam Sam, fora da associação.

 

A decisão foi comunicada na semana passada, como avança hoje o activista Jason Chao, em entrevista ao Hoje Macau. 

 

Scott Chiang, presidente da Novo Macau, diz que, para já, a “única certeza é que, desta vez, a nova geração” pró-democracia “está por conta própria”. Confirma-se o ambiente de crise: “Naturalmente, as pessoas esperavam que [Ng Kuok Cheong] concorresse connosco. É certo que isto agora é improvável. Temos de aguardar para ver se será um grande obstáculo... Sempre que há uma crise, há uma oportunidade. Talvez tenhamos alguma coisa nova em mãos. Não sabemos”.  

 

A Novo Macau conta, no entanto, com o apoio de um veterano: Paul Chan Wai Chi. O ex-deputado disse já que era candidato pela associação e mostrou abertura para aceitar qualquer lugar na lista.

 

A associação criou um comité, que está a preparar uma proposta de candidatura. “Temos alguns nomes escolhidos e estão a ser feitas entrevistas. O Comité fará a sua recomendação em breve”, adianta Scott Chiang. A lista será apresentada em assembleia-geral, no final deste mês.

 

O presidente da Novo Macau é um dos nomes que está a ser ponderado: “Não posso escapar ao meu dever de estar com os meus camaradas na lista, mas ainda não está decida qual a melhor posição para mim e para a Novo Macau”. Em qualquer cenário, para Scott Chiang, “não há duvidas de que o rei não pode fugir da batalha”.

 

Entre os membros mais activos da Novo Macau destaca-se ainda o vice-presidente Sulu Sou, que, em 2014, liderou a maior manifestação em Macau depois de 1999.