Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

CAEAL: Poluição sonora vai merecer estudo
Quarta, 29/03/2017

A Comissão dos Assunto Eleitorais da Assembleia Legislativa reconhece que todos merecem ter uma campanha tranquila. O ruído terá uma atenção especial, embora a Comissão ainda não tenha uma forma de actuar definida.

 

Por um lado, estão os candidatos a fazer campanha e do outro a tranquilidade dos cidadãos. O presidente da Comissão refere que, por exemplo, "há cidadãos que trabalham por turnos e precisam de descansar durante o dia".

 

Tong Hio Fong revelou quais os outros pontos de discussão na reunião desta quarta-feira. As preocupações das associações portadoras de deficiência não passam ao lado da Comissão que está a estudar a possibilidade de, por exemplo, os eleitores invisuais poderem ser acompanhados por alguém de confiança, para não correrem o risco de se enganarem nos votos.

 

A questão infra-estrutural também está em cima da mesa da Comissão. De momento existem 33 assembleias de votos, mas vão existir mais. Ainda se estão a estudar os locais indicados, sendo que alguns estão em obras. As eleições, lembramos, são a 17 de Setembro.

 

Para além disso a Comissão está a reunir-se com as associações de cidadãos portadores de deficiência. Para os invisuais, por exemplo, vai ser aberta a possibilidade de serem acompanhados por uma pessoa de confiança, para evitar enganos nos votos.

 

As 33 assembleias de voto podem também vir a crescer, estando a comissão actualmente a estudar quais os melhores locais para alargar os locais onde os eleitores podem exercer o seu direito. É provável que o alargamento se registe a norte do território, pois é aí que, segundo Tong Hio Fong, se concentra um maior número de eleitores.