Em destaque

21 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.21 patacas e 1.13 dólares norte-americanos.

Revista de imprensa de Macau e Hong Kong (Segunda-feira)
Segunda, 27/03/2017

Carrie Lam em destaque pela eleição para Chefe do Executivo. Por Macau, as inovações na área dos táxis merece atenção especial.

 

Imprensa de Macau em língua chinesa

 

No Ou Mun destaque para as eleições em Hong Kong. Carrie Lam a reunir 777 votos e a agarrar o lugar.

 

No Va Kio o destaque é local. Este fim-de semana arrancou a rádio táxis em Macau. Um novo complexo que contempla 50 funcionários. Para além disso, há uma nova aplicação que facilita a chamada. Uma medida de combate a plataformas alternativas como a Uber.

 

 

Ou Mun Tin Toi

 

Por fim, na Ou Mun Tin Toi, estação de rádio da TDM em língua chinesa, sabemos que os estudantes universitários já se podem candidatar ao subsídio Ming, um apoio financeiro aos jovens. O prazo para as candidaturas vai até dia 19 de Maio. O Governo central estima que no ano passado mais de 32 mil pessoas beneficiaram deste subsídio.

 

Imprensa de Macau em língua portuguesa

 

O Jornal Tribuna de Macau, o destaque vai para o impacto do jogo que afecta um quinto dos jovens. Carrie Lam está também com direito a fotografia graças à vitória folgada em Hong Kong.

 

No Hoje Macau, toda a primeira vai para Paul Pun, o secretário-geral da Cáritas Macau, apelidado de "o pulso dos mais fracos."

 

No Ponto Final, "Macau é hipótese para Espaço do Cidadão", possibilidade dada pelo Secretário de Estado José Luís Carneiro. Carrie Lam igualmente em destaque após as eleições em Hong Kong.

 

Imprensa de Macau em língua inglesa

 

O Business Daily, o mercado dos seguros está a crescer e, como tal, o jornal faz uma ampla reportagem com o assunto.

 

No Macau Daily Times, as eleições são vistas de outra forma: Carrie Lam é apresentada com a candidata preferida de Pequim. É ela a nova Chefe do Executivo de Hong Kong.

 

O Macau Post Daily abre com o Chefe do gabinete paralímpico, Hetzer Siu Yu Hong, que enaltece os boletins de votos para cegos. "Um passo em frente", é o que diz.

 

Imprensa de Hong Kong em língua inglesa

 

No South China Morning Post destaque natural para as eleições. Carrie Lam promete unir uma cidade dividida. A nova Chefe do Executivo quer uma liderança mais inclusiva numa altura conturbada de Hong Kong.

 

No China Daily, o mesmo destaque. Voltar a unir Hong Kong é o desejo de Lam, ela que é a primeira mulher no cargo. Reuniu 777 votos na corrida a Chefe do Executivo.

 

A palavra união está mesmo na ordem do dia em Hong Kong. No The Standard é uma citação de Carrie Lam que figura na manchete: “Unam-se a mim e tratemos dos que estão divididos.”