Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

José Luís Carneiro: "Macau é prioridade para Portugal"
Sexta, 24/03/2017

A questão não é nova mas nem por isso deixa de ser uma preocupação recorrente. Há falta de funcionários no consulado geral português por forma a cumprir com todos os requisitos. Durante o Encontro Regional de Conselheiros das Comunidades Portuguesas da Ásia-Oceânia, a Conselheira Rita Santos revelou que Macau recebe mais de cinco mil actos consulares e que apesar do Cônsul Vitor Sereno ser "eficiente e rápido", há dificuldades em admitir mais pessoal. 

 

"As limitações salariais dificultam a admissão de novas pessoas. Isso é uma questão grave", sublinhou Rita Santos antes da reunião.

 

Outra das preocupações de Rita Santos está na falta de modernização dos serviços consulares. É difícil para luso-descendentes adquirirem a nacionalidade portuguesa e Rita Santos acredita ser possível fazer mais para facilitar o processo e esse foi um dos principais assuntos do encontro com o Secretário de estado.

 

A criação de um serviço como a Loja do Cidadão, como acontece em Paris, é desejo de Macau.

 

Sensível a estas questões, José Luís Carneiro garantiu que "Macau é prioridade para Portugal" e elogiou o trabalho feito pelo Consulado Geral, dirigido por Vítor Sereno. Contudo, o secretário disse que a ideia é "modernizar os sistemas".

 

Quem também esteve presente foram as Conselheiras de Melbourne e Sindney (Austrália). Sílvia Renda espera alertar o Secretário para a "falta de informação política" para os cidadãos em altura de eleições, já que muitos deles "não sabem em quem votar". A questão do recenseamento é outra das preocupações: "Temos uma comunidade com 17 mil pessoas e apenas 150 recenseados."