Em destaque

22 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.20 patacas e 1.13 dólares norte-americanos.

IPM e Camões assinam protocolo de cooperação
Quinta, 23/03/2017

Uma ligação importante entre uma instituição portuguesa e outra chinesa. Camões e IPM rubricaram um protocolo tendo em vista a cooperação e o ensino da língua portuguesa.

 

Visivelmente satisfeitos com algo que vai fortalecer a ligação entre as duas correntes estavam os dois representantes das instituições, Ana Paula Laborinho e Lei Heong Iok, sob olhar atento do cônsul Vítor Sereno e também José Luís Carneiro, de visita ao território.

 

O Secretário de Estado português das Comunidades disse que Macau é um agente muito forte na expressão de língua portuguesa, algo que considera fundamental.

 

"E expressão em português é um marco muito importante. Por isso foi criada uma comunidade para manter a nossa língua. Macau é um bom exemplo."

 

Ana Paula Laborinho acredita que este documento "vai mais além" e dada a cooperação com a China, o trabalho científico e de investigação ganham com o protocolo uma maior força.

 

Já o presidente do IPM, Lei Heong Iok, contou um episódio para explicar que existe, tanto da parte do Governo Central, como dos próprios cidadãos de Macau. "Numa recente visita ao território, o Presidente Xi disse a muitos estudantes que era importante aprenderem português. E, na verdade, temos cada vez mais jovens interessados", contou Lei.