Em destaque

21 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.21 patacas e 1.13 dólares norte-americanos.

CTM diz que divulgação dos activos está nas mãos do Governo
Quinta, 23/03/2017

A Companhia de Telecomunicações de Macau (CTM) disse hoje que cabe apenas ao Governo a decisão de divulgar ou não o inventário de bens da empresa. É essa a posição da companhia, depois de alguns deputados terem pedido ao secretário Raimundo do Rosário que tornasse pública a lista de activos de concessão.

 

Em Novembro, o secretário para os Transportes e Obras Públicas recusou-se a divulgar essa lista, na comissão da Assembleia Legislativa que acompanha os serviços de telecomunicações, justificando que poderia abrir um precedente em relação às outras concessionárias de utilidade pública. Mas prometeu estudar a questão.

 

Em conferência de imprensa, esta tarde, o director-geral da CTM, Vandy Poon, insistiu na ideia de que o Governo é que deve decidir sobre a publicação da lista de activos da concessão. Uma ideia reiterada pelo conselheiro-geral da CTM e vice-presidente dos Assuntos Legais e regulatórios, Aguinaldo Wahnon.

 

“O acordo de concessão é apenas uma parte dos negócios que desenvolvemos actualmente. Sobre a publicação ou não da lista, obviamente, acreditamos que essa resposta não deve ser dada pela CTM. Temos algumas reservas em relação a essa possibilidade, não só estratégicas mas também comerciais, uma vez que a CTM é detida por empresas cotadas em bolsa. Quanto à lista de activos em si, ela inclui cerca de 4 mil itens, desde pequenos activos a grandes. Julgo que isso não tem interesse público, é uma espécie de instrumento de gestão e cabe ao Governo decidir que uso lhe dar”, acrescentou Wahnon.