Em destaque

27 de Junho: às 12h30, aos balcões do BNU, 1 euro valia 9.0434 patacas e 1.1190 dólares.

Protocolo com Camões é “reconhecimento da acção” do IPM
Segunda, 20/03/2017

O Instituto Politécnico de Macau (IPM) e o Camões, Instituto da Cooperação e da Língua, assinam na quinta-feira um protocolo de cooperação, visto como um reconhecimento do trabalho que tem sido desenvolvido pela instituição de Macau no âmbito da língua portuguesa.

 

Foi o que disse à Rádio Macau Carlos André, coordenador do Centro Pedagógico e Científico da Língua Portuguesa do IPM: “É o reconhecimento, por parte do Camões, da acção positiva que o IPM tem no que respeita ao desenvolvimento do ensino do português, tanto em Macau como no Interior da China”.

 

De acordo com o académico, o protocolo tem por objectivo a troca de informações das iniciativas relacionadas com o ensino da língua portuguesa: “O que me parece que pode ser inovador neste protocolo é, desde logo, o estabelecimento de uma cooperação efectiva entre o Camões e o IPM. É o princípio da troca de informações e de cooperação na divulgação de iniciativas”.

 

Ainda de acordo com Carlos André, ficará também em aberto, com este protocolo, o Camões poder certificar as acções de formação de professores de língua portuguesa do IPM.

 

Carlos André destaca que o protocolo é benéfico para todos: “Para o IPM, para Macau, para o Camões e é benéfico para o português. Este protocolo foi concebido no sentido de estabelecer um princípio de cooperação no que diz respeito ao português, que é um dos deveres do Camões. Não esquecer que é um protocolo entre uma instituição portuguesa e uma instituição chinesa. Nesse sentido é francamente positivo”.

 

A assinatura do protocolo realiza-se no Consulado-Geral de Portugal, e conta com a presença do secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Luís Carneiro, que chega na quarta-feira a Macau para uma visita de três dias.

 

No território, o governante vai ter encontros com o secretário para os Assuntos Sociais e Cultura, Alexis Tam, e o secretário para a Segurança,Wong Sio Chak.

 

Na sexta-feira, José Luís Carneiro vai assistir à abertura do Encontro Regional de Conselheiros das Comunidades Portuguesas da Ásia-Oceânia, no Consulado-Geral de Portugal.