Em destaque

24 de Maio: às 12h30, aos balcões do BNU, 1 Euro valia 9.0312 patacas e 1.1181 dólares.

Internet faz cada vez mais parte das famílias de Macau
Segunda, 20/03/2017

A internet está cada vez mais presente nos lares de Macau. No ano passado, 88,6 por cento dos agregados familiares do território recorreram à rede global. É um aumento de 2,3 por cento em comparação com 2015, de acordo com os Serviços de Estatística e Censos.

 

Segundo os dados oficiais, 167.600 famílias estavam “online” em 2016. Na estatística de acessos à rede, destaque para o aumento significativo de utilizadores de fibra óptica. O número de agregados familiares que se ligaram à “net” através da fibra óptica mais do que duplicou: foram 77.900 famílias, mais 115 por cento do que em 2015.

 

Em sentido inverso, caíram 36 por cento as ligações através de banda larga. Ainda assim, no ano passado, mais de 70 mil famílias utilizaram esta forma de acesso.

 

No total, em 2016, a internet foi acedida por 499.900 pessoas, mais 6 por cento do que no ano anterior.

 

A “net” é mais popular entre a faixa etária que vai dos 25 aos 34 anos, com uma taxa de penetração que se situou nos 97 por cento.

 

Mas se há mais gente ligada à rede, a frequência dos acessos caiu ligeiramente –  93 por cento dos utilizadores foram à internet todos os dias, menos 1,2 por cento do que em 2015.

 

Dados dos Serviços de Estatística e Censos indicam que, em mais de 90 por cento dos casos, os acessos à internet destinaram-se a estabelecer comunicações.

 

Já 61,3 por cento dos utilizadores ligaram-se também para “pesquisa de informação”, e quase 76 mil pessoas fizeram “compras on-line” –  um crescimento anual de 21,7 por cento.

 

O “Inquérito à Utilização da Tecnologia Informática dos Agregados Familiares” mostra, ainda, que, em 2016, 561.400 pessoas utilizaram telemóvel, mais 0,3 por cento face a 2015.