Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

CE "não foi isento" no processo de recuperação de terrenos
Sábado, 18/03/2017

João Miguel Barros diz que o Chefe do Executivo, Chui Sai On, “violou o princípio da igualdade” no processo de recuperação pela Administração de terrenos não aproveitados. Para o advogado, Chui “não foi isento” porque deu oportunidades a apenas alguns concessionários.

 

“Pelos papéis que eu vi, na altura, ele não foi propriamente muito isento no modo como deu oportunidades a uns em detrimento dos outros, porque se ele deu oportunidades com base na violação do princípio da boa-fé e das crises a duas ou três pessoas, devia aplicar o mesmo critério a toda a gente. E, portanto, não o fez", apontou João Miguel Barros. 

 

"O único aspecto que acho estranho é que o Chefe do Executivo é o mesmo, é agora com este secretário como era com o anterior, e estas lógicas de quase desresponsabilização de quem está no topo da pirâmide é que me causa também alguma estranheza”, acrescentou o advogado, no programa Rádio Macau entrevista, que pode ouvir em repetição segunda-feira às 10h30 ou na página da rádio na internet.