Em destaque

22 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.20 patacas e 1.13 dólares norte-americanos.

Revista de imprensa de Macau e Hong Kong (quinta-feira)
Quinta, 16/03/2017

O plenário do Conselho para a Renovação Urbana está em destaque. As declarações do CAEAL sobre as eleições de Setembro estão também a ser difundidas pelos media de Macau.

 

Imprensa de Macau em língua chinesa

 

O Ou Mun deu destaque ao plenário do Conselho para a Renovação Urbana. Nova cara para Macau, é o que perspectiva o diário do território.

 

O Va Kio tem mais pormenores sobre o assunto que já ontem havia feito manchete: os 12 detidos por passarem falsos cartões de casinos. O jornal tem dados novos sobre o esquema.

 

Ou Mun Tin Toi

 

A estação de rádio em língua chinesa da TDM segue o mesmo caminho do Ou Mun e dá amplo destaque ao plenário para a renovação urbana. O Governo quer renovar a cidade e implementar um subsídio para quem não quiser o realojamento provisório.

 

Imprensa de Macau em língua portuguesa

 

O Jornal Tribuna de Macau faz manchete com a Comissão Eleitoral que desaconselha mensagens de apelo ao voto. Ficamos a saber também que vão existir 20 inspectores para controlar o tabagismo.

 

No Ponto Final, destaque igualmente para o CAEAL, que criticou as mensagens de apelo ao voto. O Comissariado pede outro tipo de abordagens para as eleições de 17 de Setembro.

 

No Hoje Macau, grande destaque para o jornalista José Manuel Rosendo, da Antena 1. "A Guerra dos Mundos" é o título do diário para acompanhar a entrevista ao repórter.

 

Imprensa de Macau em língua inglesa

 

O Macau Daily Times escreve que os habitantes desalojados, no âmbito do projecto de Renovação Urbana, vão poder receber subsídios para comprarem nova habitação. Ainda espaço para a questão dos estaleiros de Coloane. Um grupo ambiental quer esclarecimentos sobre o futuro da região dos estaleiros.

 

O Business Daily noticia que o mercado do imobiliário está em clima de "montanha russa". Em Fevereiro, o negócio voltou a sofrer uma quebra.

 

O Macau Post Daily vai ao tema do CAEAL e à proposta para criar boletins de voto especiais para pessoas invisuais.

 

Imprensa de Hong Kong em língua inglesa

 

Em Hong Kong, o SCMP faz manchete com o primeiro-ministro Li Keqiang, que tenta pacificar a relação com os EUA. Diz Li que a China não quer uma guerra comercial e espera que os dois países encontrem um consenso com o fim de quebrarem com as tensões existentes.

 

A importância da declaração do primeiro-ministro na Assembleia Nacional Popular é notória. O China Daily traz para a primeira igualmente Li Keqiang, sublinhando também o desejo chinês de ter uma estreita cooperação com os Estados Unidos.

 

No The Standard diz-se quanto ao mesmo assunto que a guerra comercial não é a resposta apesar de Donald Trump.