Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

CAEAL quer imprensa com regras para evitar favorecimentos
Quarta, 08/03/2017

O presidente da Comissão de Assuntos Eleitorais da Assembleia Legislativa (CAEAL), Tong Hio Fong, quer garantir que, fora do período de campanha, a comunicação social não promove qualquer candidato ou lista. Além disso, sugere que as empresas do sector criem regras internas para afastar possíveis suspeitas.

 

“A comissão sugeriu que as empresas de comunicação social criem umas regras internas para os profissionais terem padrões para seguirem”, disse Tong Hio Fong, à margem de um encontro com um grupo de representantes da comunicação social.

 

“Num período de proibição da propaganda, a comissão exige que os amigos da comunicação social tomem medidas para não sugerirem aos eleitores a votação em algumas listas ou candidatos”, completou.

 

Para dissipar dúvidas, Tong Hio Fong garante que a CAEAL “não irá restringir” a liberdade de imprensa. Já sobre a promoção de candidatos e listas em redes sociais, que podem aparecer em caixas de comentários de jornais, televisões e rádios, o responsável alinha noutro discurso.

 

“Achamos que, quando forem registadas essas situações em plataformas sociais que têm que ver com irregularidades, os média têm a responsabilidade para cancelar esses comentários”, afirmou.

 

Durante a reunião, vários representantes da comunicação social apresentaram opiniões. Entretanto, a Associação de Imprensa em Português e Inglês de Macau vai pedir um encontro com a CAEAL para esclarecer algumas questões.