Em destaque

14 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.1522 patacas e 1.1278 dólares norte-americanos.

Habitação e terrenos não aproveitados preocupam deputados
Segunda, 18/04/2011
Kwan Tsui Hang apelou hoje, 18 de Abril, ao Governo para tomar medidas para evitar a especulação imobiliária após a divulgação das medidas de reconversão de edifícios industriais em habitações. A deputada defendeu que o Executivo “para além de fixar os requisitos respeitantes à área e ao número de fracções de pequena dimensão a construir, bem como ao prazo para o respectivo desenvolvimento, deve ainda definir os lucros racionais a conseguir, bem como os destinatários da sua venda”. Medidas que, na opinião da deputada, podem ajudar a “resolver as dificuldades habitacionais enfrentadas pela classe média e reprimir as actividades de especulação no mercado imobiliário”.

Ng Kuok Cheong pediu ao Governo “que pare com a protecção ao sector imobiliário que já é dominador”. O deputado entende que o Executivo “deve voltar ao plano de construir fracções de pequena dimensão” nos dois terrenos que recuperou “para mostrar ao público a sua determinação em construir mais habitações, para além das 19 mil, para as camadas sociais média e baixa”.

Au Kam San abordou a questão dos terrenos recuperados em Coloane para pedir medidas iguais para os concessionários que não aproveitam os terrenos. “Porque é que o Governo não tem a mesma atitude para os casos de terrenos por aproveitar? Porque é que não pode reaver em primeiro os terrenos por aproveitar e, de seguida, esperar que o tribunal proceda à inquirição?”.

Chan Meng Kam falou de terrenos ocupados ilegalmente para questionar o que está o Governo a fazer para evitar tal situação. O deputado deu o exemplo dos terrenos na povoação de Cheoc Ka, na Taipa. Chan Meng Kam diz ter lá estado para verificar a situação e “encontrou um ambiente confuso e sujo”. Com base neste e noutros exemplos o deputado questionou: “Quantos terrenos se encontram ilegalmente ocupados? Os casos de ocupação ilegal de terrenos, como o da povoação de Cheok Ka, podem envolver terrenos do Governo, então, qual é a atitude deste (Governo) em relação a isso? Será que não havendo queixas não actua?”.