Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Macau perdeu quase 4 mil trabalhadores não residentes
Quarta, 01/03/2017

Macau perdeu 3.753 trabalhadores contratados ao exterior no intervalo de um ano, contando com 177.662 no final de janeiro, indicam dados oficiais.

 

De acordo com dados da Polícia de Segurança Pública (PSP), disponíveis no portal da Direção para os Assuntos Laborais, em termos mensais, ou seja, face a dezembro de 2016, a diminuição foi ténue (menos 24 trabalhadores).

 

A China Continental continua a ser a principal fonte de mão-de-obra importada de Macau, com 112.884 trabalhadores (63,5% do total), mantendo uma larga distância das Filipinas, que ocupa o segundo lugar (26.932) num pódio que se completa com o Vietname (14.920).

 

O setor dos hotéis, restaurantes e similares absorve a maior fatia de mão-de-obra importada (50.238), seguido do da construção (33.810).