Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Revista de imprensa de Macau e Hong Kong (terça-feira)
Terça, 24/01/2017

A imprensa portuguesa dá destaque, nas primeiras páginas, a um estudo dos Moradores sobre terrenos baldios em Macau e ainda o protesto de estudantes do Instituto Politéncio de Macau que temem o fim do curso de Relações Internacionais.

 

Jornais de Macau em língua chinesa

O Ou Mun Iat Pou dedica o principal título ao estudo dos Kaifong sobre terrenos baldios em Macau. “Moradores pedem que Governo taxe 390 terrenos privados”.

 

O Va Kio entrega a manchete a um caso de fraude. “Mulher de Macau enganada em 50 mil dólares norte-americanos por fraude numa aplicação de telemóvel”.

 

Canal chinês da Rádio Macau

O Ou Mun Tin Toi dá espaço esta manhã ao futebol. A selecção A vai defrontar a Índia, Quirguistão e Myanmar na fase de qualificação da Taça das Naçoes Asiáticas. 

 

Jornais de Macau em língua portuguesa

O Ponto Final escreve, na manchete, “Relações turvas” sobre o protesto de um grupo de alunos do Instituto Politécnico de Macau que temem que a escola acabe com o curso de Relações Internacionais. O IPM garante que não. “Índia, Quirguistão e Myanmar no caminho de Macau” sobre os adversários na fase de qualificação da Taça das Nações Asiáticas.

 

O Hoje Macau surge, na manchete, surge com um estudo dos Kaifong sobre os perigos dos terrenos vazios - “Males da terra”. Em grande destaque o início da grande deslocação dos chineses por causa do ano novo. “Em trânsito” titula.

 

No Jornal Tribuna de Macau, “Identificados 390 lotes por aproveitar” é a manchete, em referência, ao estudo dos Kaifong sobre os lotes desaproveitados. “DSAT quer evitar abusos das matrículas duplas” é outro dos títulos.

 

Jornais de Macau em língua inglesa

O Macau Daily Times destaca, em manchete, “Pessoal executivo dos casinos deve chegar aos 85 por cento de Macau”. Com fotografia surge o destaque - “China encerra 11 campos de golfe”.

 

O Business Daily dá eco, na manchete, aos números do turismo. “É entrar”, diz o título sobre os 30 milhões e 600 mil turistas que visitaram Macau em 2016. “A economia vai flutuar, mais por causa da China do que de Trump” é outro dos títulos. 

 

O Macau Post Daily nota, na manchete, que “Kaifong pedem ao Governo para taxar terrenos privados abandonados”. “Trump retira Estados Unidos da Parceria Trans-Pacífico”.

 

Jornais de Hong Kong em língua inglesa

O South China Morning Post puxa para a primeira uma questão de educação – “Novos testes alargados a todas as escolas primárias”. Surge também uma fotolegenda da candidata Regina Ip que numa entrevista, numa rádio local, mostrou as botas - “Lam pode enfrar uma crise se surgir com uma perna atada” a Pequim, é o título escolhido.

 

O China Daily faz manchete com as relações com os Estados Unidos. “Washington avisado para cumprir as promessas”. Em grande fotografia, o presidente da China, na província de Hebei: “Xi Jinping visita instalações desportivas para impulsionar planos para as Olimpíadas”.

 

O The Standard afirma, na manchete, “Crueldade difícil de engolir” sobre a violência no processo de matança dos suínos que fazem o presunto de Parma. O jornal também destaca, com foto, as botas que Regina Ip mostrou durante uma entrevista a uma rádio local.