Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Revista de imprensa de Macau e Hong Kong (segunda-feira)
Segunda, 23/01/2017

A imprensa portuguesa destaca, nas primeiras páginas, a manifestação de ontem das associações de defesa dos animais, a tomada de posse de Trump e o caso de queixas de clientes do BNU sobre alegadas tentativas de fraude em transacções bancárias.

 

Jornais de Macau em língua chinesa

O Ou Mun Iat Pou fala, na manchete, da intencção do governo limpar as águas do Canal dos Patos, na Areia Preta.

 

O Va Kio entrega a manchete a mais um incêndio ocorrido junto ás Portas do Cerco, outra vez, por causa de um cigarro mal acabado.

 

Canal chinês da Rádio Macau

O Ou Mun Tin Toi dá destaque a um episódio com um autocarro, na Taipa. Junto aos Ocean Gardens, uma nuvem de fumo teve origem num problema de travões.

 

Jornais de Macau em língua portuguesa

O Ponto Final escreve, na manchete, “Pecados e omissões” acerca da manifestação dos grupos de defesa dos animais. “Cartões de BNU na mira de criminosos” escreve, em rodapé, sobre queixas de clientes do banco sobre tentativas frustradas de transacções.

 

O Hoje Macau surge, na manchete, com o caso Ho Chio Meng na Assembleia Legislativa. “Dão-se explicações” sobre o pedido de esclarecimentos de dois deputados. Na metade superior da página, lá está: “A nova ordem”.

 

No Jornal Tribuna de Macau, “Negadas licenças a junket com contas problemáticas” é a manchete. Em grande destaque, com fotografia, o protesto de ontem dos animalistas. Foram para a rua pedir a revisão da lei de protecção dos animais.

 

Jornais de Macau em língua inglesa

O Macau Daily Times destaca, em manchete, “Previsões de crescimento do PIB de 3,2 por cento”. Em destaque ainda as manifestações multitudinárias em todo o mundo de mulheres contra Donald Trump.

 

O Business Daily escreve, na gorda, “Reaquecer os motores” sobre as previsões de crescimento do PIB, em 2017.  O jornal publica ainda uma entrevista com Vicente Serafim, presidente do conselho de adminstração da Macau Jet International.

 

O Macau Post Daily nota, na manchete, que “Defensores dos direitos dos animais na rua por causa de caso de maltrato a um cão”. O jornal destaca ainda a adesão de cem mulheres, em Macau, na marcha anti-Donald Trump.

 

Jornais de Hong Kong em língua inglesa

O South China Morning Post puxa para a primeira a declaração de Carrie Lam: “Difícil liderar uma cidade sem mandato popular”. E lá está fotografia da candidata na sede de campanha. Outro título, “Website de think tank liberal encerrado na China”.

 

O China Daily faz manchete com a cerimónia de tomada de posse nos EUA. “Discurso de Trump semeia preocupações”. Em destaque, nesta primeira, “Leitores de ebooks em crescimento”, e surge uma fotografia de crianças de uma escola de Hefei, capital da província de Anhui.

 

O The Standard tem a primeira feita de publicidade. Na segunda página, uma reportagem com Lui Che-woo, o homem forte do Galaxy, a propósito do prémio com o mesmo nome. “Fazer um mundo de bem”, é o titulo.