Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Revista de imprensa de Macau e Hong Kong (segunda-feira)
Segunda, 16/01/2017

Os jornais publicados em Macau fazem manchetes com temas diversos, como a recusa de residência permanente a uma criança adoptada ou o cancelamento da licença do Hotel Palácio Imperial Beijing.

 

Jornais de Macau em língua chinesa

 

O Ou Mun dá conta que 604 estudantes locais passaram no exame que lhes permite apresentarem candidaturas a universidades da China Continental.

 

O Va Kio destaca os três conselhos do subdirector do Gabinete de Ligação às pessoas ligadas às artes e cultura em Macau. Um dos conselhos é garantirem o princípio “um país, dois sistemas”, outro é aproveitarem as oportunidades criadas com a estratégia “uma faixa, uma rota” e, por último, lembrou que devem levar a cultura de Macau por um bom caminho.

 

Ou Mun Tin Toi

 

O canal chinês de rádio da TDM vira atenções para as reservas cambiais. As estimativas preliminares da Autoridade Monetária revelam que se cifraram em 155,7 mil milhões de patacas no final de Dezembro, num aumento de 2,8 por cento face aos dados rectificados do mês anterior.

 

Jornais de Macau em língua portuguesa

 

“Filho de um sangue menor” titula o Hoje Macau sobre a decisão do Tribunal de Última Instância de recusar a residência permanente a uma criança adoptada por um casal português. “O mundo será multipolar” é outro dos títulos e remete para uma entrevista ao professor e ex-eurodeputado, Manuel Porto.

 

No Jornal Tribuna de Macau tem grande destaque a entrevista ao director da Escola Superior de Língua e Tradução do Instituto Politécnico de Macau. Luciano Rodrigues de Almeida afirma que “tem sido feito muito na formação de bilingues”. No destaque fotográfico lê-se “a queda dos deuses” – cancelada licença do Imperial Beijing.

 

O Ponto Final faz manchete com o futebol: “Macau entre a elite”. Dezassete anos depois, a selecção de futebol de Macau vai voltar a disputar a fase decisiva da campanha de qualificação para a fase final da Taça das Nações Asiáticas. Noutro destaque, este diário faz referência a um estudo da corretora Bernstein Research que conclui que a “componente não jogo tem cada vez mais peso” no sector.

 

Jornais de Macau em língua inglesa

 

O Business Daily faz título com a queda anual de 5,44 por cento do Índice de Preços Turísticos médio em 2016. O diário económico acrescenta que a descida esteve relacionada com o decréscimo de 21,2 por cento nos preços do alojamento e de quase 10 por cento nos transportes e comunicações. Noutro destaque, o Business diz que a administração do Hotel Palácio Imperial Beijing decidiu entregar a licença.

 

“Serviços de Saúde afastam preocupações sobre gripe aviária”, é a manchete do Macau Daily Times. Em rodapé, com uma fotografia, este matutino vira atenções para as tradições filipinas: “cores vibrantes do Festival Sinulog enchem a Praça da Amizade”.

 

O Macau Post Daily titula “apanhado primeiro suspeito por maus tratos de animais no âmbito da nova lei”. Em causa está um cidadão do Vietname que terá matado um gato. Na primeira do Post lê-se ainda que “equipa de Trump nega encontro com Putin em cimeira na Islândia”.

 

Jornais de Hong Kong em língua inglesa

 

Em título, o China Daily escreve que “foi dito a Trump que o princípio de ‘uma só na China’ é a base para relações” – Pequim afirma que o presidente eleito dos Estados Unidos “está enganado se pensa que esse princípio pode ser negociado”. Este jornal oficial chinês vira ainda atenções para Xi Jinping que “lidera uma delegação à Suiça” – o presidente chegou ontem ao país, onde vai também participar pela primeira vez no Fórum Económico Mundial, em Davos. 

 

O South China Morning Post realça que o Governo Central deve aprovar hoje os pedidos de demissão de Carrie Lam e de Donald Tsang – os secretários do Governo de CY Leung querem concorrer às eleições para o Chefe do Executivo. O destaque fotográfico é feito com personagens da Disney de Xangai que se vestiram a rigor para participarem na tradicional dança do dragão como parte das festividades do Ano Novo Lunar.

 

O Standard destaca a notícia de que o “polémico secretário para o Desenvolvimento”, Paul Chan, vai ocupar o lugar de secretário para as Finanças, que fica vago com o pedido de demissão de Donald Tsang.