Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Revista de imprensa de Macau e Hong Kong (Sexta-feira)
Sexta, 13/01/2017

A imprensa portuguesa destaca, nas primeiras páginas, o caso da mulher infectada com o vírus da gripe aviária e com a saída da vida política da histórica deputada dos Operários, Kwan Tsui Hang.

 

Jornais de Macau em língua chinesa

O Ou Mun Iat Pou fala, na manchete, do caso da mulher infectada com o vírus da gripe aviária. É o primeiro caso este ano. Está internada no Hospital Conde São Januário, em situação considerada estável.

 

O Va Kio dedica o principal título à conferência de imprensa de ontem dos Serviços de Turismo e ao anúncio dos eventos do Ano Novo Chinês.

 

Canal chinês da Rádio Macau

O Ou Mun Tin Toi dá espaço esta, manhã, às declarações do director dos Serviços de Sáude, ontem em conferência de imprensa, acerca do caso da mulher infectada com o vírus da gripe aviária.

 

Jornais de Macau em língua portuguesa

O Hoje Macau titula "a Uber continua". Segundo a directora da Uber de Macau, as perspectivas para 2017 são de crescimento e de continuidade do diálogo com o Governo. O Executivo, porém, mantém-se firme na luta contra aquilo que diz ser uma actividade ilegal. Em foco ainda o bailado Quebra-nozes que está, até domingo, no Centro Cultural de Macau.

 

A manchete do Jornal Tribuna de Macau é "Centro de Incubação cria espaços para 'start-ups'”. Após ter recebido 6,2 milhões de patacas do Fundo das Indústrias Culturais, o Centro de Incubação de Marcas vai disponibilizar 25 espaços de trabalho para empresas, que ficarão isentas do pagamento de renda durante pelo menos um ano. O destaque fotográfico diz que "China apoia Macau na família olímpica".

 

"Adeus às armas" lê-se no Ponto Final sobre a saída da deputada Kwan Tsui Hang da Assembleia Legislativa. A deputada garantiu ontem a este jornal que não se vai candidatar a um novo mandato, depois de ter sido por quatro vezes eleita por via directa para o hemiciclo. Noutro destaque, este diário escreve que a Direcção dos Serviços para os Assuntos de Tráfego está "atenta a necessidades de veículos pesados".

 

 Nos semanários, O Clarim vira atenções para o falecimento de José de Carvalho e Rêgo: "Mais um fundador que nos deixa". Este semanário coloca ainda em grande plano a mensagem do Papa Francisco para o 50º Dia Mundial da Paz: "Contra todas as formas de violência".

 

A Plataforma escreve em letras grandes "Aqui manda o patrão" - a liberdade sindical é um dos poucos direitos fundamentais presentes na Lei Básica de Macau mas continua por regular". Noutro título, este semanário escreve que "Portugal quer mais renminbis" a propósito do embaixador português em Pequim, diplomata económico do ano, que se foca em captar mais investimento chinês".

 

Jornais de Macau em língua inglesa

O Macau Daily Times destaca, em manchete, ainda o caso da Uber, a “Uber ainda alimenta esperanças de uma legalização”. Em grande foto, duas figuras de Hong Kong e o título “Carrie Lam entra na corrida a Chefe do Executivo contra John Tsang”.

 

O Business Daily dá eco ás dificuldades sentidas, em Macau, pelo sector laboral em se avançar com leis sindicais. “Dificuldades sindicais”, é assim a manchete do jornal. “Confiem no continente” é outro dos títulos, na primeira, porque o Governo central espera que sejam os turisrts chineses os principais contribuintes para o sector do turismo, em Macau, em 2017.

 

O Macau Post Daily nota, na manchete, “Mulher de 72 anos  infectada com H7N9”. Em destaque também a nomeação de Rudolph Giuliani como conselheiro para a cibersegurança.

 

Jornais de Hong Kong em língua inglesa

O South China Morning Post puxa para a manchete a candidatura de Lam ás eleições para Chefe do Executivo. “Carrie Lam mostra visão e entra na corrida”, com fotografia de uma Carrie Lam em pose distendida, caminhando, sobre um fundo amarelo.

 

O China Daily faz manchete com a saída de Carrie Lam do Executivo de Hong Kong – “Carrie Lam na corrida para Chefe do Executivo”. Em destaque ainda uma fotografia e a legenda acerca das “mulheres de conforto” que protestaram, em Manila, perante a iminência da visita às Filipinas de Shinzo Abe.

 

O The Standard surge na primeira página com publicidade. Na página dois surge uma entrevista a um empresário local de relojoaria.