Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Família Ma na corrida à compra do Novo Banco Ásia
Quinta, 05/01/2017

A família Ma juntou-se ao grupo Well Link de Hong Kong para adquirir o Novo Banco Ásia, apurou a Rádio Macau. A proposta ainda está a ser analisada pela Autoridade Monetária de Macau.

 

O grupo Well Link avança com uma proposta de aquisição de 51 por cento. Membros da família Ma, uma das mais influentes de Macau, planeiam comprar uma posição de 24 por cento. A restante fatia vai ficar com o Novo Banco, que depois venderá a percentagem aos investidores de Hong Kong.

 

A Rádio Macau também apurou os valores da aquisição do Novo Banco Ásia, que nunca foram revelados. A proposta ronda os 175 milhões de euros. Contactada pela Rádio Macau, a Autoridade Monetária de Macau recusa comentar “casos particulares”.

 

Na decisão final vão pesar três factores: a idoneidade dos investidores, a origem dos fundos e a capacidade de gerir uma instituição financeira.

 

Originalmente, o Well Link dedicava-se à actividade comercial. Recentemente, adquiriu uma seguradora, em Hong Kong.

 

Depois de a Autoridade Monetária não ter dado luz verde à primeira proposta, o presidente e um administrador do Novo Banco viajaram até Macau para tentar desbloquear o negócio. Durante a visita, foi organizado um encontro com Lionel Leong. À Rádio Macau, o gabinete do secretário para a Economia e Finanças remete todos os esclarecimentos para a Autoridade Monetária de Macau. Entretanto, também representantes do grupo Well Link foram a Portugal, apresentar a nova solução, que inclui membros da família Ma.

 

O Novo Banco Ásia é uma instituição sediada em Macau, que sucedeu ao Banco Espírito Santo do Oriente, após a resolução do Banco Espírito Santo.