Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

ATFPM em protesto contra aumento de taxas de veículos
Terça, 03/01/2017

No próximo domingo vai haver uma manifestação contra o aumento do valor de taxas relacionadas com veículos.

 

O protesto, marcado para as duas da tarde, na praça do Tap Seac, conta com o apoio da Associação dos Trabalhadores da Função Pública.

 

O deputado e líder da associação, José Pereira Coutinho, falou esta tarde em conferência de imprensa em nome de “cidadãos revoltados” pelo “aumento exagerado das multas”.

 

Por isso, juntamente com o colega de bancada, o deputado Leong Veng Chai, Coutinho decidiu juntar-se ao protesto.

 

Na sede da Associação dos Trabalhadores da Função Pública, Coutinho considerou que o aumento das taxas relacionadas com veículos demonstram “desproporcionalidade e falta de sensibilidade para com o sofrimento que as pessoas têm todos dias para se deslocarem para o trabalho e escolas”.

 

De acordo com um despacho do Chefe do Executivo do passado dia 7 de Dezembro, que entrou em vigor no dia 1 de Janeiro, foram actualizados vários valores de taxas para inspecção de veículos, obtenção de licenças, exame de condução, entre outras.

 

A taxa de remoção de veículos foi a que sofreu um maior aumento – passou de 300 patacas para 1500.

 

Coutinho acusa o Governo de ter preparado a subida de valores “em segredo” e de não ter auscultado a população.

 

Os Serviços para os Assuntos de Tráfego explicaram já que os anteriores valores estavam em vigor desde 1998 e precisavam de ser actualizados.

 

Na manifestação de domingo será entregue na sede do Governo uma petição que pede a eliminação do despacho que actualiza os valores das taxas.

 

Coutinho espera que o Chefe do Executivo volte atrás como aconteceu com o regime de garantias.