Em destaque

22 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.20 patacas e 1.13 dólares norte-americanos.

Revista de imprensa de Macau e Hong Kong (segunda-feira)
Segunda, 19/12/2016

A imprensa portuguesa dedica as manchetes ás alterações à lei eleitoral, a um estudo sobre a satisfação dos jovens sobre a RAEM e a pressão da Unesco por causa da construção em altura junto ao Farol da Guia

 

Jornais de Macau em língua chinesa

O Ou Mun Iat Pou destaca na edição a colisão, junto ao lago Sai Van, entre um autocarro e um automóvel. Quando a polícia chegou ao local, conta o Ou Mun, o automóvel estava vazio, mas os agentes conseguiram encontrar um homem que desmentiu estar sob efeito do alcool e ser o proprietário do veículo.

 

O Va Kio também destaca na edição de hoje esta história do acidente entre um autocarro da Transmac e um automóvel.

 

Canal chinês de rádio da TDM

O Ou Mun Tin Toi tem estado, ao longo da manhã, a dar destaque ao caso do homem infectado com o vírus do H7N9. Deverá ter alta na próxima sexta-feira.

 

Jornais de Macau em língua portuguesa

O Ponto Final escreve na manchete “Resgatar o sufrágio” sobre uma petição que a associação democrata de Au Kam San e Ng Kuon Cheong entrgou ontem ao governo. “Tranquilidade que vem de longe” é outro dos títulos acerca da pressão da Associação Novo Macau está a fazer junto da Unesco por causa de um edifício na Calçada do Gaio.

 

A manchete do Hoje Macau refere-se à lei eleitoral – “Fidelidade garantida” escreve o jornal por causa do juramento dos deputados à pátria chinesa. “Vidas ocultas” na China é outro título que se destaca.

 

O Jornal Tribuna de Macau escreve na manchete - “Dois terços dos jovens orgulhosos na RAEM”. “Pólo do ensino de Português não é um conceito vago”, é outro dos títulos que se destaca nesta primeira página, relativo a uma entrevista a Cándido de Azevedo, com foto.

 

Jornais de Macau em língua inglesa

O Macau Daily Times publica, em manchete, “Lei eleitoral controversa com luz verde da AL”. Em rodapé, com fotografia do acidente – “Avião militar indonésio cai na Papua, 13 mortos”.

 

O Business Daily salienta, em manchete, “Mercado de habitação estabiliza”. O jornal fala também de comércio on line, na primeira, com chamada no interior para uma entrevista a um empresário local que quer desevolver as compras on-line em Macau.

 

O Macau Post Daily destaca, em manchete, “Jovens muito satisfeitos com previdência social, muito desagradados com o trânsito”, é o que surge num estudo feito pela Juventude dos tradicionalistas Moradores.

 

Jornais de Hong Kong em língua inglesa

O South China Morning Post afirma na manchete - “Entrega do drone acompanhado de exigências chinesas” sobre o caso do drone submarino norte-americano no mar do Sul da China. “Caça aos raptores de Clear Water Bay”, é outro dos títulos que pontuam na primeira página.

 

O China Daily publica, na gorda, “Um Trump com pouco experiência pode acrescentar fricção” acerca das acusações à China de Donald Trump no Twitter. Na primeira destacam-se ainda fotolegendas dos 30 milhões de visitantes de inverno a Xinnjiang.

 

A primeira do The Standard está feita de publicidade. Na segunda página, “Na arena das telecomunicações prevalecem os valores”, é o título.