Em destaque

22 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.20 patacas e 1.13 dólares norte-americanos.

Melhor escola portuguesa no estrangeiro é a de Macau
Sábado, 17/12/2016

A melhor escola portuguesa no estrangeiro é a de Macau, de acordo com o “ranking” do Ministério da Educação, que tem em conta as instituições que realizaram mais de cem exames do ensino secundário.

 

Ao todo, são oito as escolas portuguesas no estrangeiro, mas apenas quatro submeteram os alunos a mais de uma centena de provas de avaliação.

 

Assim, surge no topo da tabela a Escola Portuguesa de Macau (em terceiro lugar no ano passado), com uma média de 11,76 valores, em 156 exames.

 

Em segundo lugar, manteve-se a Escola Portuguesa de Luanda, Angola, com média de 10,74 num total de 263 exames.

 

Na terceira posição ficou a Escola Portuguesa de Moçambique, que realizou 302 exames, com média de 10,28 valores.

 

No ano passado, esta escola de Maputo tinha sido a melhor das portuguesas no estrangeiro.

 

No quarto lugar ficou a Escola Portuguesa Ruy Cinatti, em Díli, que realizou 109 exames, tendo como média 7,04 valores.

 

A escola timorense ficou no último lugar do “ranking” das 519 instituições de ensino que fizeram, pelo menos, uma centena de provas.

 

No “ranking” geral de 2016, a Escola Portuguesa de Macau ficou no lugar 76, uma recuperação de 21 posições face à última lista.

 

O “ranking” das escolas portuguesas é liderado por uma escola privada, o Colégio Nossa Senhora do Rosário, no Porto.