Em destaque

19 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.16 patacas e 1.12 dólares norte-americanos.

Governo vai rever regulamento de posse de armas
Domingo, 11/12/2016

Em reacção ao suicídio com uma arma de fogo de um agente dos Serviços de Alfândega, esta semana, o secretário para a Segurança sublinhou hoje que o homem estava aposentado há mais de 10 anos. Este é o segundo suicídio a envolver funcionários desses serviços em apenas um ano, uma vez que a directora-geral da Alfândega, Lai Man Wa, foi encontrada morta no dia 30 de Outubro de 2015 na casa de banho do jardim dos Ocean Garden, na Taipa.

 

Questionado pelos jornalistas sobre o facto de o agente estar na posse de uma arma de fogo, Wong Sio Chak referiu que, de acordo com a lei, as forças policiais podem requerer o porte e uso de arma, alegando motivos de defesa própria. De qualquer maneira, como o regulamento data de 1999, Wong Sio Chak avançou que a secretaria para a Segurança já propôs aos Serviços de Polícia Unitários e à Polícia de Segurança Pública a revisão da lei.

 

Já sobre o caso de um chefe dos Serviços de Alfândega envolvido num caso de uso de cartões de crédito falsos, Wong Sio Chak explicou que “podem surgir problemas em qualquer serviço”, mas reiterou o empenho das autoridades policiais em continuarem “a aumentar a eficácia e integridade dos serviços”.