Em destaque

21 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.21 patacas e 1.13 dólares norte-americanos.

Revista de imprensa de Macau e Hong Kong (terça-feira)
Terça, 06/12/2016

A imprensa portuguesa dedica as manchetes principais à apresentação de Raimundo do Rosário das Linhas de Acção Governativa para as Obras Públicas e Transportes.

 

Jornais de Macau em língua chinesa

O Ou Mun Iat Pou escreve, na manchete, como fotos do projecto, que vai começar a ser construída uma nova fronteira e uma ligação viária entre Macau e a Ilha da Montanha.

 

O Va Kio destaca na edição de hoje a renovação das concessões das operadoras de transporte público, ontem, a debate na Assembleia Legislativa.

 

Canal chinês de rádio da TDM

O Ou Mun Tin Toi tem estado, ao longo da manhã, a dar destaque às LAG das Obras Públicas e Transportes. “Raimundo do Rosário admite rever regime de habitação”.

 

Jornais de Macau em língua portuguesa

O Ponto Final escreve na manchete “Da inexperiência e outros demónios” sobre o arranque do metro na Taipa e a passagem do Secretário das Obras Públicas, ontem, pela Assembleia Legislativa na apresentação das Linhas de Acção Governativa. “Governo à procura de talentos de topo”, escreve ainda o jornal sobre mão-de-obra qualificada.

 

“Com que linhas te coses?” é a manchete do Hoje Macau que também fala de Raimundo do Rosário e das reservas sobre o arranque do metro, na Taipa, em 2019. O jornal entrevista ainda Omar Camilo – “Alma de Cabo verde”, é o título.

 

O Jornal Tribuna de Macau escreve na manchete - “Chefe com macaenses activos e participativos” durante um encontro tido, ontem. “Espírito natalício invade a cidade”, escreve a propósito das iluminações no Leal Senado.

 

Jornais de Macau em língua inglesa

O Macau Daily Times escreve, na manchete, “Terrenos recuperados pelo governo no mercado no ano que vem”. Depois com grande foto, “James Wong representa Macau na Bienal de Veneza”.

 

O Business Daily salienta, na gorda, “As garantias de Rosário”. O jornal refere-se à passagem do secretário das Obras Públicas pela Assembleia e às garantias dadas ao arranque do metro e da construção de habitação pública. “Mais milhões desembolsados” é outro título a propósito dos programas de subsídio às pequenas e médias empresas.

 

O Macau Post Daily destaca, em manchete, “Governo admite usar resíduos de lixo para aterros na zona D”, em referência ás declarações de Raimundo do Rosário, ontem, na Assembleia Legislativa. “Crescimento de veículos inferior a 1 por cento este ano, diz Rosário”, é outro título.

 

 

Jornais de Hong Kong em língua inglesa

O South China Morning Post afirma na manchete que “Jonh Tsang faz uma reviravolta sobre os juramentos”, em referência ao caso dos activistas eleitos para o Legco e afastados do mandato de deputados. “Suave arranque para a bolsa de Shenzhen”, é outro dos títulos que pontuam na primeira página.

 

O China Daily publica, em manchete, a relação entre as bolas de Shenzhen e Hong Kong. “Comboio arranca com suave começo”. “China organiza sistema de protecção da vida selvagem” é outro dos temas da primeira.

 

A primeira do The Standard está feita de publicidade. Na segunda página, surge também a questão dos juramentos. “Tsang faz uma reviravolta”, e uma polémica em volta do leão da sede do HSBC em Hong Kong, foi pintado com as cores do arco-iris e agora há uma petição anti LGBT para remover as cores do leão.