Em destaque

14 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.1522 patacas e 1.1278 dólares norte-americanos.

Investigadora alerta para “poder nocivo” das PM 2.5
Segunda, 05/12/2016

Ágata Dias, investigadora do Instituto para as Ciências e Ambiente da Universidade de São José, indica que as partículas PM são “particularmente perigosas” para o sistema respiratório. “São tão finas que entram até aos pulmões. No caso das PM 2.5, podem chegar mesmo até aos alvéolos. Aí aumenta o poder nocivo”, realça.

 

De acordo com Ágata Dias, as partículas PM 2.5 podem “potenciar problemas de cancro e são responsáveis pelo agravamento da asma”. “Também podem prejudicar o desenvolvimento normal do sistema respiratório, principalmente em crianças”, acrescenta.

 

“A primeira coisa que devemos fazer é evitar fazer exercício ao ar livre. Dentro de casa também podemos sentir o efeito destas partículas. Se abrirmos as janelas, elas podem entrar. Portanto, teremos uma concentração acima do normal. Convinha usar, por exemplo, um purificador de ar. No meu caso, quando percebo que a concentração está acima das recomendações da Organização Mundial de Saúde, fecho as janelas todas e ligo o meu purificador de ar para evitar respirar estas partículas”, sugere a investigadora.