Em destaque

14 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.1522 patacas e 1.1278 dólares norte-americanos.

Concursos públicos:Integridade vale pouco, diz Chan Meng Kam
Segunda, 21/11/2016

Chan Meng Kam denunciou, hoje, na Assembleia Legislativa, falhas graves nos concursos públicos. O deputado e membro do Conselho Executivo diz que as empresas associadas a casos de corrupção dificilmente são penalizadas face às concorrentes.

 

Na avaliação das propostas, a integridade vale pouco: “Os concursos públicos para as obras falham na cientificidade e no rigor (...). O parâmetro integridade e credibilidade vale cinco pontos, e em muitos concursos, nem aparece, e o custo representa entre 40 a 60 por cento”, afirmou Chan Meng Kam.

 

O deputado referiu-se à empresa Chon Tit, recordando que o administrador foi condenado por subornar o ex-secretário para os Transportes e Obras Públicas, Ao Man Long. Apesar da condenação, a empresa manteve a gestão da ponte de Sai Van.

 

Chan Meng Kam diz ainda que, mesmo quando a integridade conta na avaliação, as empresas encontram maneira de dar a volta por cima. “Com uma proposta de custo muito reduzido, conseguem atenuar o impacto da integridade e credibilidade e obter uma boa classificação”, frisou.

 

O deputado criticou também a qualidade da construção de alguns projectos públicos, como o Parque Central da Taipa.