Em destaque

19 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.16 patacas e 1.12 dólares norte-americanos.

Deputados pedem medidas para controlar mercado imobiliário
Segunda, 21/11/2016

Há deputados a pedir mais mão do Governo no mercado imobiliário: a habitação foi um dos temas a dominar as intervenções antes da ordem do dia na Assembleia Legislativa. O aumento, para mais do dobro, das transacções de imóveis registadas em Outubro e a falta de novas medidas do Executivo estão na origem das críticas.

 

Uma semana depois de o Chefe do Executivo, Chui Sai On, ter apresentado o programa do Governo para o próximo ano sem novidades para o mercado imobiliário, a habitação voltou em força ao hemiciclo. Foram vários os deputados a pedir mais e novas medidas.

 

Ho Ion Sang, dos Moradores, fez soar o alarme sobre uma possível bolha, provocada pelo investimento exterior, sobretudo de Hong Kong. Em causa, o aumento do imposto de selo na região vizinha. “O preço das casas vão, decerto, aumentar em flecha, e isso vai afectar ainda mais os problemas habitacionais dos residentes. As políticas a implementar têm de prever o futuro, não se pode ficar sentado e esperar para ver”, avisou.

 

O deputado sublinhou que, em Outubro, a compra e venda de casas duplicou face à média do ano passado. O metro quadrado está em 89 mil patacas. Ho Ion Sang apontou ainda para as novas restrições no acesso ao crédito à habitação nas regiões vizinhas.

 

Já Song Pei Kei, da bancada de Chan Meng Kam, está de olho na oferta e na procura, e defendeu hoje uma intervenção do Governo nos dois mercados. Para o segmento privado, a deputada sugere que, “por iniciativa do secretário para a Economia e Finanças, se faça um estudo e se estabeleçam medidas (...), se proceda à revisão dos dois controlos de mercado (...) e se aprenda com as medidas das regiões próximas, como a cobrança fiscal em forma de escada”.

 

No sector público, Song Pei Kei propõe ainda a criação de uma empresa pública para a construção de habitação social e económica.

 

Também Zheng Anting defendeu que o Governo deve aumentar a oferta de casas privadas. Próximo do sector, o deputado questiona se o novo tipo de habitação prometido pelo Governo encaixa na política de habitação pública ou se é um projecto à parte.

 

Sobre este novo plano de aquisição de imóveis favorável a residentes, Chui Sai On disse que seria feita uma consulta pública, no próximo ano.