Em destaque

21 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.21 patacas e 1.13 dólares norte-americanos.

Salário médio diário da construção recuou 2,5 por cento
Terça, 01/11/2016

O salário médio diário dos trabalhadores da construção desceu para 768 patacas no trimestre que acabou em Setembro. Dados dos Serviços de Estatística e Censos (DSEC), publicados esta manhã, indicam que o valor representa uma queda de 2,5 por cento face ao trimestre anterior.

 

A DSEC atribuiu essa descida ao fim de horas extraordinárias na sequência da conclusão de projectos de entretenimento no COTAI.

 

Durante o terceiro trimestre, o salário médio dos trabalhadores locais sofreu uma redução de mais de 2,1 por cento para 961 patacas diárias. Ao mesmo tempo, e em sentido inverso, foi registada uma subida, de 2,2 por cento, no salário médio diários dos trabalhadores não residentes que passaram a receber 687 patacas.

 

De destacar ainda o decréscimo no salário diário dos trabalhadores especializados e semi-especializados no sector da construção. Neste caso, de 3,5 por cento para as 773 patacas diárias.