Em destaque

21 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.21 patacas e 1.13 dólares norte-americanos.

Novo Macau reivindica reforma política
Terça, 20/12/2011
A Associação Novo Macau promoveu hoje uma manifestação para reivindicar, uma vez mais, a reforma política em Macau. “Tradicionalmente, tivemos poucas oportunidades em participar na reforma política, mas temos de ter um começo em Macau. Acho que depois da experiência do próximo ano [em que provavelmente será discutida a questão da revisão das leis eleitorais] as pessoas vão sentir-se mais confortáveis em participar”, disse Ng Kuok Cheong no final da manifestação, que reuniu 800 pessoas para os organizadores, mas apenas 360, segundo a PSP.

Ng Kuok Cheong explicou a menor adesão dos residentes ao reconhecer que a população está a viver melhor. O deputado acrescentou que a Associação Novo Macau vai continuar a preocupar-se com os problemas sociais, com o combate à corrupção e com a questão da habitação pública, mas a prioridade é a reforma política.

Ng Kuok Cheng sublinhou ainda que os protestos sozinhos não vão levar à democratização de Macau. “Acho que a reforma política não depende apenas de manifestações, mas mais de uma discussão aberta na primeira metade do próximo ano. Já pedimos ao Governo para entregar uma proposta de lei à Assembleia Legislativa”, disse.